página anterior
página seguinte
Menorca Para quem procura o sossego
Menorca

Embora possua quase tantas praias como Maiorca e Ibiza em conjunto, é a mais calma e bem preservada das três grandes ilhas do arquipélago, possuindo um ambiente de tranquilidade mesmo durante a estação alta.

É a ilha mais sossegada das Baleares, possui 256 quilómetros de costa recortada por arribas selvagens, praias idílicas, enseadas povoadas por veleiros, variados monumentos pré-históricos, duas encantadoras cidades e um número infinito de estradas rurais e veredas. Menorca tem um nome que provém de Minorica, que significa ser mais pequena que Maiorca – a ilha localizada a nordeste do arquipélago das Baleares –, e a capital é Mahón. Para visitar a ilha, o melhor será alugar um carro, arranjar um mapa e dedicar algum tempo a descobrir as calas. Não deixe de passar pelas principais cidades, visite os mercados artesanais e, ao entardecer, perca-se numa esplanada junto ao mar enquanto se delicia com um cocktail.

Com praias vermelhas a norte e praias de areia dourada a sul, seja em grandes ou pequenas enseadas rodeadas por pinheiros, vai encontrar muitas opções para desfrutar do sol e do mar. Mas sempre com o mesmo denominador comum: águas cristalinas.

enseada Santa Galdana
Calma e pacífica, Menorca é um oásis natural único, cheio de contrastes para descobrir

Atividades e passeios

Parque Natural Albufera d'Es Grau monumento Sant Nicolau Mahon

Em Menorca pode praticar vela, windsurf, esqui aquático e, claro, mergulho. O espetacular fundo do mar de Menorca tem sido por décadas um dos favoritos para os amantes do mergulho. Esta ilha transmite calma, em grande parte graças à sua valiosa natureza. Fazer uma excursão a cavalo ou a pé nas ciclovias é uma boa maneira de conhecer um ambiente tão bonito. De salientar, em especial, o Parque Natural Albufera d’Es Grau, um abrigo de aves aquáticas migratórias e também uma das zonas húmidas mais importantes do sul da Europa.

Outra atração é o património arqueológico e cultural. Descubra monumentos interessantes e da cidadela histórica, restos pré-históricos, como Naveta de Es Tudons, os monumentos de Mahon ou, até mesmo, pequenas vilas de pescadores que ainda preservam as tradições antigas.

Alugar um carro é uma forma excelente de explorar esta ilha calma e tranquila.

Um paraíso banhado pelo mar Mediterrâneo, que o vai seduzir e ajudar a encontrar a harmonia

Onde ir

Naveta de Es Tudons
É uma arquitetura funerária pré-histórica, ou seja, um túmulo coletivo onde foram encontrados restos de 100 corpos e artefactos, como pulseiras de bronze, botões de osso e peças de cerâmica. É composto por duas câmaras: um ossário e um recinto funerário. A sua planta apresenta a forma de uma ferradura alongada e tem duas portas de acesso.

Ruínas de Talatí de Dalt
Uma taula importante. É uma cidade do período talaiótico, na Idade do Bronze.

ruínas de Talatí de Dalt

Ruínas de Trepucó
É um dos achados arqueológicos da cultura pré-histórica que deixou os seus vestígios na ilha de Menorca e estão muito bem preservados.

Museu de Menorca
Este museu está localizado num antigo convento franciscano, um edifício barroco do século XVII. Este centro é um convite para fazer um tour sobre a história da ilha de Menorca através de materiais encontrados.

Locais de interesse

Mahón, a capital
Existem várias construções de interesse, como a igreja de Santa Maria, onde se encontra um dos mais belos órgãos da Europa, o museu Hernández Mora, que alberga uma coleção de arte e antiguidades menorquinas, e o Theatre Principal, uma réplica do Scala de Milão.

Ciudadela
É a segunda maior cidade de Menorca. Uma cidade antiga, que se vangloria de ter tido um bispado no século IV. Vale a pena visitar o túmulo da Idade do Bronze Es Tudon e os desenhos na Gruta de Santa Ana de Tourraulbet. A festa de São João é famosa.

Ferreries
Baía de Santa Galdana, um dos locais mais frequentados da ilha.

Fernells
Povoação pesqueira.

San Luís
A sul de Mahón, é uma aldeia fundada pelos franceses.

Es Castell
Antigo quartel da guarnição britânica, outrora conhecida como Georgetown, é dominada pelo antigo forte de San Felipe.

O que fazer

Se gosta de passear em terra, poderá explorar o Camí de Cavalls, um antigo caminho que percorre todo o litoral da ilha e que no seu turbulento passado garantia a vigilância costeira e a comunicação entre as fortificações que a protegiam dos invasores. O seu traçado permiti-lhe admirar soberbas paisagens e pode ser percorrido a pé, de bicicleta ou a cavalo.

Se preferir deixar-se deslumbrar por passeios marítimos, os portos de Mahón e Es Castel são local de partida de diversas excursões de barco que o levarão a conhecer extraordinárias enseadas com praias imaculadas e imponentes falésias.

Não deixe também de visitar o soberbo areal de Son Bou, que é a maior praia da ilha (3 km), e Cala Galdana, uma baía paradisíaca que tem vindo a conquistar a preferência dos turistas. As outras praias mais famosas de Menorca são Punta Prima, Cales Coves, Cala Mitjana, Cala Turqueta e Son Xoriguer.

Cala Mitjana Fornells

Não deixe de provar a caldereta
de llagosta.

A gastronomia de Menorca é deliciosa e o prato regional mais famoso é a caldereta de llagosta (caldeirada de lagosta). Esta iguaria é uma especialidade de Fornells, localidade visitada todos os anos pelo rei Juan Carlos, que aí vai propositadamente para a degustar. O queijo de Mahón é outro dos produtos mais apreciados
da região.

Aproveite também para visitar a destilaria de Xoriguer – o local onde é fabricado o forte gin da ilha. Em Alaior, capital da indústria leiteira menorquina, há um excelente mercado de queijos e especialidades locais, destacando-se os gelados artesanais.

Compras
Ferreries é um excelente destino para compras, muito conhecido internacionalmente pelas sandálias feitas à mão – as avarques. Finalmente, aproveite para saborear uma boa refeição ou uma bebida na Cova d’en Xoroi, em Cala en Porter, uma gruta com grandes galerias, situada numa falésia com soberbas vistas para o mar – sem dúvida, um dos mais belos locais para terminar de forma memorável a sua visita a Menorca.

Cova d’en Xoroi
Guia do Viajante

ver mapa maior

Menorca

onde dormir

Matchani Gran,
San Climente

Hotel Ses Sucreres,
Ferreries

La Quinta Resort Hotel & Spa,
Ciudadella

Hotel Rural Binigaus Vell,
Migjorn Gran

Royal Son Bou Family Club,
Son Bou

Sa Barrera,
Cala’n Porter

Hotel Tres Sants,
Ciudadella

Audax Spa & Wellness Hotel,
Cala Galdana

Grupotel Macarella Suites & Spa ,
Ciudadella

Sol Menorca,
Santo Tomas

Sant Joan De Binissaida,
Es Castell

Hotel Playa Azul,
Cala’n Porter

onde comer

Aquarium Restaurante Arroceria
Ciudadella

Mister Jaume
Ciudadella

Las Brasas Grill
Ciudadella

Sibaritas Delicatessen
Mahón

Restaurante 222
Mahón

Restaurante Smoix
Ciudadella

Bodega Binifadet
Sant Lluis

Restaurante Troglodita’s
Cala Morell

Restaurante Bahía
Es Castell

Restaurante Sa Vinya
Mahón

Restaurante La Venta
Sant Lluis

Restaurante Aroma Sensacions
Mahón

actividades a não perder

Barcos em Ciutadella levam-no a conhecer num dia as praias mais bonitas. Em Maó, as embarcações saem do Moll de Ponent para cruzeiros no seu porto de 5 km. Pode alugar veleiros através da Blue Mediterraneum.

Para amantes de mergulho existem empresas como a Diving Center Fornells.

O GOB (Grup Balear d’Ornitologia) organiza excursões para grupos pequenos pelas rotas arqueológicas, praias e campo. Fica em Maó, Camí de Castell, 138.

a rota de Cavalls

Com 220 quilómetros de comprimento, este caminho histórico circundava a ilha, unindo as torres de vigia e, posteriormente, as fortificações e fileiras costeiras levantadas no século xviii durante a ocupação francesa. Parcialmente perdido, está hoje em vias de recuperação, ainda que conte com forte oposição de muitos donos de propriedades, que negam a passagem pelas mesmas. Ainda assim, pode ser seguido parcialmente em alguns troços, destacando-se os compreendidos entre Es Grau e o cabo Favaritx, Fornells-Cap de Cavalleria-Cala Pregonda, Cala Pregonda e Cala Pilar (com alguma dificuldade entre Barril e Caldera), Algaiarens-Cala Morell-Punta Nati-Ciutadella, Arenal de Son Saura-Cala Macarella-Calla Galdana, Cala Galdana-Cala Trebalúger-Plajta de Sant Adeodat e, finalmente, Platja de Sant Adeodat-Son Bou-Cala em Porter-Cales Coves.
Para os caminhantes que pretendam percorrer algum troço, são recomendáveis os guias Guia des Camí de Cavalls de Menorca (Joan C. de Nicolàs Mascaro. Triangle Postals. Em catalão) e Menorca com Mochila. Vuelta a la isla (Carles Maria i Renedo. Produccions Menorquines. Em castelhano). Podem encontrar-se ambos nas livrarias de Maó e Ciutadella.

informações

Moeda
Euro

Idioma
Embora o catalão seja habitualmente usado na comunicação entre os locais, a língua franca é o castelhano.

Documentos
Bilhete de identidade/Cartão do cidadão.

Fuso horário
+ 1 hora

clima

O clima mediterrânico é um dos principais atrativos de Menorca e dá à ilha o aspecto de um pequeno paraíso verdejante envolvido por águas azul-cobalto. As temperaturas são amenas durante todo o ano, com uma média anual próxima dos 17º C. No entanto, cada estação possui um encanto próprio.

ecotaxa

Para ajudar a preservar a qualidade ambiental da ilha, cobra-se no local a cada viajante € 1 por dia.

 

Texto: Virgínia Esteves (virginia.esteves@impala.pt) | Fotos: Arquivo Impala, Wiki Commons e Flickr
Agradecimentos: Delegação Oficial do Turismo Espanhol – Embaixada de Espanha
edição 10 a próxima viagem