página anterior
página seguinte
Mykonos - sempre em festa!

Mykonos, que significa “ilha branca”, parece que foi feita pelos deuses. Tem cerca de 360 igrejas, belas praias e excelentes recursos para turismo. Foi descoberta em 1950 por um grupo de jovens gregos, filhos de boas famílias, que só se queriam divertir.

ruas de mykonos
A mascote da ilha é Petros, o pelicano, que se encontra num dos museus da cidade, mas existem outros substitutos que circulam pelas ruelas
Vale a pena alugar uma mota ou um carro para explorar as praias mais escondidas e desertas

Mykonos é, provavelmente, a ilha mais famosa da Grécia e também uma das mais visitadas do Mundo pelos turistas. A sua paisagem especial é dada pelas ilhas Cíclades, cercada de belas praias de areia branca. Deve a sua fama à beleza da capital, das suas casinhas brancas e sinuosas passagens estreitas, bem como das suas enormes e variadas praias.

A ilha foi descoberta em 1950, por um grupo de jovens, filhos de famílias ricas, que procuravam locais para se divertirem, mas deve a sua fama, glamour e charme, em grande parte, a Jackie Onassis, que inaugurou o turismo do jet-set internacional que por ali se instalou, incrementando também o número de joalharias. Porém, nos anos 80 chegou a vez dos homossexuais – homens e mulheres – encontrarem, no meio um tanto libertino e descontraído destas paragens, o destino ideal para umas férias sem constrangimentos. Quem não ouvia falar, na altura, de uma tal ilha grega, fabuloso paraíso gay, lugar de todos os excessos e possibilidades? Atualmente, os ânimos acalmaram e o ambiente é eclético e elegante.

Cosmopolita e pitoresca

Na mitologia grega, Mykonos é filho de Apolo, deus da Luz e do Sol, mas hoje a história mudou. É uma ilha especial! O seu aspecto pitoresco vai para além da arquitetura típica grega, das vielas cheias de buganvílias e dos moinhos de vento. Esta é a ilha mais cosmopolita e animada, uma boa opção para quem procura diversão e festa sem limites, mas não deixa de agradar também quem prefere o sossego.

A ilha já foi ocupada pelos jónicos, fenícios, macedónios, atenienses, romanos, vienenses, gregos e alemães. Hoje, é uma mistura de heranças destas civilizações, sobretudo, daquelas que a comandaram a partir do século XV. Chora, a capital, é a parte mais antiga da cidade. Ruas de pedra cheias de casinhas brancas, com varandas floridas e cercada de igrejas pequeninas, um labirinto com recantos por desvendar. A vida noturna é agitada, seja nas praias maiores – que mantêm bares abertos até altas horas, ao som de música eletrónica – ou na principal cidade da ilha, Chora, cujo bairro Little Venice possui algumas discotecas.

Onde ir em Mykonos

Moinhos de vento
São o cartão-de-visita da cidade. Um cenário que se descobre logo quando se chega de barco. São cinco os moinhos que se avistam e foram construídos pelos venezianos no século XVI.

Moinho e  Igreja Panaya Paraportiani

Igreja Panayia Paraportiani
Destaca-se das restantes igrejas da ilha. É uma mistura de várias delas, construída por volta do século XV, é toda branca e contrasta com o céu azul.

Museu Arqueológico
Aqui pode ver as descobertas de túmulos da ilha vizinha de Rhenia, vasos, esculturas e figuras de arte excecionais.

Little Venice

Little Venice
É um conjunto de casas construídas no século XVI, literalmente penduradas sobre o mar. Acredita-se que foram erguidas pelos piratas para facilitar quando descarregavam os barcos. É incrível como ainda permanecem de pé, após tantos anos sofrendo com o vento e a água salgada. Hoje, a “Pequena Veneza” é um dos lugares mais procurados de Mykonos, com uma paisagem fabulosa, sobretudo durante o pôr-do-sol, com o mar à frente e os moinhos ao lado.

Edifício Town Hall
É um edifício construído em 1785 pela delegação russa e merece ser visitado. Foram anos de construção, mantendo ainda o seu design original.

Chora Port
praia de Paraga ruínas da casa de Cleopatra, Delos

Regiões a visitar

Chora
É a capital da ilha. Aqui encontra uma grande oferta de restaurantes, bares, mercados, lojas, escritórios para alugar carros (perto do terminal de autocarros), uma casa de câmbio e algumas agências de viagens.

Ano Mera
Um vilarejo localizado a oito quilómetros do centro de Mykonos. Depois da capital, é o povoado mais antigo e mais importante da ilha. Um lugar tranquilo, menos agitado do que Chora e onde poderá apreciar um bom jantar num dos restaurantes da praça central. Aqui encontrará alguns mosteiros e igrejas e poderá usufruir das melhores praias da ilha, como Paradise, Super Paradaise, Elia, Platys Giales e Paranga (ou Paraga). Poderá, também, encontrar outras praias na parte de cima da ilha, como Kalafati, Ftelias, Panormos e Faros Armenistis.

Ilha de Delos
Pode fazer um passeio de barco até a histórica ilha de Delos, o coração das ilhas Cíclades. Foi santuário dedicado aos deuses gémeos Apolo e Artemis, tendo sido um dos três mais importantes centros religiosos da Grécia. Guarda remanescentes do século VIII a. C., como o grande anfiteatro. Há, também, um museu no local, construído em 1904, com estátuas e relíquias de Delos.

Guia do Viajante

ver mapa maior

Londres

onde dormir

Hotel Tagoo
Mykonos Town

Adonis Hotel
Mykonos Town

Mykonos Grand Hotel & Resort
Agios Ioannis

Argo Hotel Mykonos
Platys Gialos

Rocabella Mykonos Art Hotel & SPA
Agios Stefanos

Omiros Hotel
Mykonos Town

Vencia Hotel
Mykonos Town

Nissaki Hotel
Platys Gialos

Yiannaki Hotel
Ornos

PortoBello Boutique Hotel
Mykonos Town

Hotel Palladium
Platys Gialos

En Lefko Prive Suites
Ornos

onde comer

Avli Tou Thodori
Platys Gialos

M-eating
Mykonos Town

Gelarte Ice Cream
Mykonos Town

Kikis Tavern
Mykonos Town

Nautilus
Mykonos Town

Katerina’s Bar & Restaurant
Mykonos Town

Nostimon
Ornos

Fokos Taverna
Praia de Fokos

To Maereio
Mykonos Town

Karavaki Restaurant
Mykonos Town

Bonatsa
Platys Gialos

Avra Restaurant – Garden
Mykonos Town

Bakalo
Mykonos Town

gastronomia

As especialidades gregas mais saborosas e conhecidas são a moussaka (beringelas acompanhadas de carne de cordeiro e condimentadas com canela e vinho tinto) e avgolemono (arroz com frango e ovos com sumo de limão). Destacam-se também as carnes assadas e os pratos feitos com peixe ou marisco. As refeições incluem, normalmente, entradas como keftedes (bolinhas de carne picante) ou tzatziki, um molho à base de iogurte, pepino e endro. Como sobremesa estão, entre outros, as baklavas, uma massa folhada com mel, baunilha e amêndoas.

As saladas gregas – frescas e de fácil feitura – são famosas internacionalmente. Nelas não faltam o azeite, o tomate, o pepino e o queijo feta, que é, possivelmente, o produto mais conhecido do país. Também é muito comum adicionar a estas saladas as famosas azeitonas gregas.

Dentro da tradição gastronómica grega encontramos também duas bebidas típicas do país: a retsina, elaborada com pinhões, e ouzo, de anis, que se torna escura ao adicionar água.

informações

Moeda
Euro

Idioma
Grego

Documentos
Cartão do cidadão/Bilhete de identidade

Fuso horário
+2 horas

Corrente eléctrica
A corrente é de 220-240 V

Capital
Chora (ou Mykonos Town)

clima

Verões quentes e longos e invernos mornos, mas chuvosos.

Texto: Virgínia Esteves (virginia.esteves@impala.pt) | Fotos: Arquivo Impala
edição 10 a próxima viagem