página anterior
página seguinte
Otava A cidade mais bilingue do mundo

A capital do Canadá reflete a essência do resto do país.
É uma cidade verdadeiramente bilíngue, que oferece o melhor das culturas francesa e inglesa.

Parliament Hill Otava

Otava é uma cidade pequena, com dois rios, toda rodeada de árvores e parques, harmoniosa e linda, silenciosa e calma, que se destina a albergar o Parlamento e o Governo, bem como as representações diplomáticas dos muitos países que mantêm ligações com o Canadá.

Tornou-se capital graças à “zanga” entre Toronto e Montreal – as duas cidades mais importantes do país –, que desejavam esse título, mas não chegavam a um acordo. Numa decisão salomónica, a rainha Victoria da Inglaterra resolveu o assunto estabelecendo que a capital não seria nem uma nem outra, mas sim a pequena Otava, situada entre as duas.

Estávamos no ano de 1857 e no Canadá ainda vivia-se sob a possessão inglesa. A partir dessa data, Otava une, ao mesmo tempo que divide, dois lados bastante diferentes de um mesmo país: acima o território de Quebeque – de colonização francesa – e abaixo as terras de Ontário – onde os ingleses se estabeleceram.
A discreta e eficiente liderança de Otava pacificou e conduziu o país rumo ao progresso.

A capital canadiana exibe hoje os melhores índices educacionais, de saúde e de segurança. Além disso, é conhecida como uma cidade de gente jovem e high tech, onde mais de metade da população tem menos de 35 anos. A indústria da alta tecnologia ajuda a aumentar o crescimento da região.

Capital e quarta maior cidade do Canadá, Otava situa-se na confluência dos rios Otava e Rideau, na região Sudeste do Ontário, na fronteira com o Quebeque.
Canal Rideau com gelo

Áreas verdes e
arquitetura harmoniosa

A maioria das pessoas fala ainda inglês e francês. A capital até pode ser mais pacata do que as outras cidades vizinhas, mas não deixa de ser igualmente bonita. Repleta de áreas verdes e arquitetura harmoniosa, possui menos de um milhão de habitantes e é cortada pelas águas dos rios Otava e Rideau. Por isso, tem uma parte situada na província de Ontário e outra na de Quebeque.

Otava possui diversos museus, residências oficiais e edifícios governamentais. Merecem destaque o edifício do Parlamento e o Castelo Laurier, no centro da cidade. Outros locais de interesse são o canal de Rideau, que funciona como lago no verão e ringue de patinagem no gelo no inverno; a sede do Governo; o edifício envidraçado da Galeria Nacional; o Monumento à Paz; o Museu da Aviação e o Museu da Guerra, entre outros. O núcleo urbano é rodeado por uma cintura verde que compreende florestas e áreas agrícolas. É uma cidade que organiza muitos eventos ao longo do ano, entre eles, um festival de dança, o Carnaval de inverno, o Festival das Túlipas (no mês de maio) e um festival internacional de jazz.

Onde ir

National Gallery of Canada
Neste espaço estão mais de dez mil obras de arte de diferentes lugares e períodos. É considerada a galeria mais importante da cidade e possui salas dedicadas a diversos estilos. Aproveite e leve consigo um audioguide, disponível em quase todos os idiomas.

ByWard Market
O tradicional mercado dos agricultores da região é um dos pontos fortes de Otava. Por lá é possível encontrar comidas típicas, flores e artesanato. Durante o verão, os cafés ficam apinhados de gente e oferecem pratos especiais.

Bytown Museum
É a construção mais antiga de Otava e foi usada para guardar comida e materiais durante a construção do canal Rideau. No museu há artigos usados por pessoas que trabalharam na obra, assim como de famílias que fizeram história
na cidade.

Canadian Museum Civilization

Canadian Museum of Civilization
O prédio desse museu por si só já é uma atração. O design é único e imita as formas do rio Otava. No seu interior muitas peças contam a história dos primeiros habitantes do Canadá. No local há desde pequenos utensílios usados no dia-a-dia de várias épocas até armas.

Canadian War Museum
O acervo deste museu existe desde 1880 e já ocupou diversos prédios de Otava. Hoje, as peças estão num edifício desenhado pelo arquiteto Raymond Maiyama. Ao contrário do que se pensa, este museu não glorifica as batalhas canadianas, prestando uma homenagem aos mais de 115 mil homens e mulheres que morreram nas guerras do século XX.

Laurier House
É um pomposo casarão de 1878, que já serviu de moradia para dois primeiros-ministros e continua a ostentar muito luxo. Ainda hoje, o local abriga alguns objetos pessoais dos ilustres moradores.

Parliament Library

Parliament of Canada
É uma das principais atrações turísticas da cidade e fica na região central da cidade. Para conhecer melhor o edifício, agende uma visita e conheça a Galeria Pública, onde há os debates públicos, o Senado e a Casa dos Comuns.

Gatineau Park
Este parque mede 363 quilómetros quadrados, está localizado na Região Norte de Otava e possui milhares de metros de trilhos e pistas de esqui. Aproveite para conhecer um pouco da fauna e da flora da região.

Billings Estate Museum
Cinco gerações de uma mesma família viveram neste belo casarão. Hoje, alguns artigos usados noutras épocas podem ser ali apreciados. No local também há uma pequeno filme que conta a história da família
entre 1812 e 1975.

Passeio de bicicleta ao longo do Canal Rideau

Beechwood Cemetery
Apesar de ser um cemitério, é um dos locais históricos mais belos da cidade. No espaço estão enterradas as principais personalidades canadianas, como o primeiro-ministro Tommy Douglas. Aproveite para ver as belas árvores e deliciar-se com todo o cenário.

Canal Rideau
É um dos principais pontos turísticos de Otava. Aberto em 1832, o canal atravessa toda a cidade, com diversos percursos, ruas arborizadas e parques nas suas proximidades. É considerado Património Mundial da UNESCO desde 2007. No verão, o canal é usado por barcos como ligação de um rio para outro e também por turistas que fazem passeios pela cidade. No inverno, depois de completamente congelado, é utilizado para atividades de inverno, como patinagem e festivais, e também como meio de transporte por algumas pessoas que vão de patins para o trabalho. O Rideau Canal é considerado a maior pista de patinagem do Mundo, tendo 7,8 quilómetros de extensão.

Guia do Viajante

ver mapa maior

Otava

onde dormir

Best Western Plus Victoria Park Suites,
O’Connor Street

Albert at Bay Suite Hotel,
Albert Street

The Westin Ottawa,
Colonel By Drive

Fairmont Chateau Laurier,
Rideau Street

Minto Suite Hotel,
Lyon Street North

Holiday Inn Express Hotel & Suites Ottawa Airport,
Gibford Drive

The Business Inn,
MacLaren Street

Swiss Hotel,
Daly Ave

Courtyard Ottawa,
Coventry Road

Hilton Garden Inn Ottawa Airport,
Alert Road

Hampton Inn by Hilton Ottawa,
Coventry Road

Hotel Indigo,
Metcalfe Street

onde comer

Big Easy’s Seafood and Steakhouse
Preston Street

Beckta Dining & Wine
Nepean Street

Play Food & Wine
York Street

Beavertails
George Street

Fraser Cafe
Springfield Rd

The Wellington Gastropub
Wellington

222 Lyon Tapas Bar
Lyon Street North

Main Street Wine Cellar
Manotick Main St

The Pepper Garden
Montreal Rd

Murray Street – Kitchen/Wine/Charcuterie
Murray Street

ZenKitchen
Somerset Street West

Tavola Restaurant
Merivale Road

gastronomia

Para experimentar de tudo um pouco, os restaurantes e as feiras livres de Rideau Centre são boa opção. Na região central, o leque de opções fica maior na By Ward Market, considerado o mais antigo mercado de produtos típicos do Canadá, com diversos estabelecimentos acolhedores para matar a fome.
Para uma noite mais romântica, pode ir a um dos melhores restaurantes de Otava, que oferece uma vista fascinante sobre as margens do rio Rideau. Fica no terraço do famoso hotel Fairmont Chateau Laurier.

transportes

Os transportes públicos estão totalmente integrados, com uma eficiente rede de autocarros e metros. Muitas ruas privilegiam o fluxo de ciclistas e pedestres, mas para descobrir Otava em pouco tempo, o ideal mesmo é fazer uma excursão de autocarro. Há diversas operadoras na cidade, como a Picadilly Bus Tours, que oferece roteiros de duas horas de duração pelos principais lugares. Os autocarros são semelhantes aos ingleses – vermelhos de dois andares – e os bilhetes estão à venda na Confederation Square.

compras

O corredor formado pelas Rideau Street e Laurier Avenue concentra a maior parte do movimento urbano, sendo a principal área comercial da capital. O Somerset Heights, grande mercado asiático da região, está repleto de coisas interessantes e alternativas. As boas lojas encontram-se na Sparks Street Mall e Saint Lorent Centre.

passeios e tours

Alguns dos parques com pistas para caminhadas, ciclovias, patins e até campos de golfe merecem ser visitados. No inverno, o canal Rideau congela e abre alas para o maior rinque de patinagem ao ar livre do Mundo. No verão, nas águas do canal, assim como nas do rio Otava, é possível fazer agradáveis passeios de barco.
Igualmente imperdível é fazer um tour guiado e gratuito à imponente sede do Parlamento. O complexo de edifícios do Governo é o marco da cidade. De estilo gótico, possui em destaque uma torre alta, inspirada no Big Ben de Londres. A rendição da guarda da rainha é uma atração à parte, aos domingos pela manhã.
Outra opção é visitar a Basílica Notre Dame, a mais antiga igreja da cidade, repleta de estátuas de personalidades históricas.

informações

Moeda
Dólar canadiano

Idioma
Inglês e francês

Documentos
Passaporte, bilhete de identidade ou cartão do cidadão

Fuso horário
- 5 horas

clima

Possui um clima temperado, os verões (entre junho e agosto) são quentes e húmidos, apesar de curtos, com uma temperatura média de 26,5º C. Os invernos são rigorosos, sendo Otava uma das capitais mais frias do Mundo, com uma temperatura média de -11º C.

curiosidade

Otava é uma cidade verdadeiramente bilíngue, com placas nas duas línguas oficiais e pessoas que falam os dois idiomas pela rua e em qualquer estabelecimento.

 

Texto: Virgínia Esteves (virginia.esteves@impala.pt) | Fotos: Ottawa Tourism/Tourisme Ottawa, Wiki Commons, Flickr e Impala
Agradecimentos: Turismo Oficial de Otava (http://www.ottawatourism.ca)
edição 11 a próxima viagem