As 10 cascatas em Portugal que precisa de conhecer

As 10 cascatas em Portugal que precisa de conhecer

As 10 cascatas em Portugal que precisa de conhecer

Artigo de Sofia Sérgio

Portugal tem cascatas de norte a sul do país, umas mais conhecidas do que outras, mas todas com uma beleza que impressiona toda a gente que as conhece. Indicadas para os amantes da natureza e da aventura, estas cascatas também proporcionam para um dia diferente em família.

Cascata do Poço da Gola – Ponte da Barca

Se gosta de piscinas naturais este é a cascata que procura. Fica a norte de Portugal, mais precisamente em Viana do Castelo, na freguesia de Lindoso. Este lugar é tão especial porque não tem apenas uma queda de água, mas sim duas: uma que desce para a Serra Amarela e a outra para uma piscina natural de águas claras e cristalinas.

Cascata da Cabreia – Sever do Vouga

Tem origem na Serra da Cabreia, em Aveiro. As águas que formam esta cascata de 25 metros de altura são do rio Mau, que desce para uma bacia fluvial, com uma vasta vegetação, o que cria um ambiente que pode parecer que nos encontramos num país tropical. Esta cascata também é indicada para piqueniques pois existe um parque para essa utilização.

Cascata do Pulo do Lobo – Mértola

Apesar de ser dentro de uma herdade, todas as pessoas podem ir até esta escondida queda de água. É o rio Guadiana que faz correr este lugar que se pode visitar a caminho de Mértola, no Alentejo, e por isso é muito possível que antes de chegar passe pelos animais habituais, como vacas ou ovelhas.

Cascata do Pego do Inferno – Tavira

Esta queda de água remete-mos para o mediterrâneo, porque ao cair, forma uma lagoa em tons verdes devido à sua profundidade e à vegetação. Situada no Algarve, faz parte de três cascatas, juntamente com a Pomarinho e da Torre. Há várias lendas que se contam sobre este local, principalmente, porque se diz que quem for ao fundo da lagoa, não volta, daí o nome ser o Pego do Inferno.

Poço do Bacalhau – lha das Flores, Açores

Para quem vai à ilha das Flores este é um dos pontos turísticos. A cascata do Poço do Bacalhau encontra-se a uma altitude de 90 metros e fica situada no freguesia de Fajã Grande. Para chegar a este lugar é necessário fazer uma caminhada pelo Trilho dos Lagos. Se quiser ficar a dormir perto deste local de água fria, pode ficar na casa do poço do Bacalhau.

Cascata do Arado – Braga

É uma das cascatas do Parque Nacional da Peneda-Gêres e um lugar indicado para se refrescar depois de uma caminhada. Apesar de se encontrar a uma altura de 900 metros não é seguro saltar das rochas para a água. Outras quedas que são próximas, e que possuem as mesmas caraterísticas, são a do Rio Homem e a do Tahiti.

Cascatas de Rio de Mouro – Sintra

Apesar de muitas pessoas não conhecerem este lugar, estas cascatas já foram cenário de novelas. Escondido e difícil de chegar, encontra-se entre as aldeias de Anços e Maceira. De águas frias depois da queda, forma um lago no qual dá para banhar. É aconselhável levar sapatos confortáveis porque a caminhada até a este monumento natural tem muitas pedras e paus.

Cascata Queda do Vigário – Algarve

Com cerca de 24 metros de queda de água, esta cascata encontra-se numa típica aldeia algarvia, Alte. Para chegar à lagoa, com uma temperatura que só agrada no verão, existe uma escadaria e à volta de todo o espaço apenas existe espaços verdes ou rochas. Não há problema onde deixar o carro porque há um estacionamento que fica a 300 metros.

Cascata Poço do Inferno – Serra da Estrela

Se estiver a passar férias na Serra da Estrela, terá de passar por Manteigas e visitar este lugar. Não é no centro da aldeia mas é muito perto. Tem uma queda de 10 metros e a uma altitude de 1080. Pode ir todo o ano, no entanto, no inverno o passadiço poderá ficar escorregadio, por isso, tenha cuidado.

Cascata Fraga da Pena – Coimbra

É um dos recursos naturais da Serra do Açor. Esta cascata possuí vários lençóis de água, o que dá origem a várias quedas. Esta tem uma altitude com cerca de 20 metros. A particularidade deste lugar é que a rocha que existe debaixo do lago é xisto. Por ser um lugar escondido, tudo o que vai ouvir são os pássaros, as árvores e o cair da água.

< >

Partilhar Artigo

Top