O galo, o bonito centro histórico e a deliciosa comida regional de Barcelos

O galo, o bonito centro histórico e a deliciosa comida regional de Barcelos

O galo, o bonito centro histórico e a deliciosa comida regional de Barcelos

Artigo de André Cruz Martins

Barcelos, a terra minhota do Galo de Barcelos, é uma cidade com muito para descobrir e explorar. Para além desse símbolo de Portugal conhecido um pouco por todo o mundo, tem um bonito centro histórico cheio de vida, onde não falta comércio. Destaca-se igualmente por receber das mais antigas feiras da Europa e pelos locais aprazíveis para um passeio.

Pode começar por explorar Barcelos pelo Campo da República, onde vai encontrar a Igreja de Nossa Senhora do Terço. Trata-se de um belo edifício em estilo Barroco e no seu interior tem um repositório de Arte Sacra Renascentista e um altar em talha dourada.

Leia ainda: Ponte de Lima, a vila histórica minhota que tem mesmo de conhecer

Se estiver em Barcelos a uma quinta-feira, saiba que é dia de feira, precisamente no Campo da República. E não é uma feira qualquer, pois existe desde 1412, sendo uma das mais antigas na Europa. Vende-se essencialmente artesanato e produtos regionais. Aqui pode adquirir louças e galos de Barcelos, trabalhos em madeira, linhos, bordados, olaria e forja de ferro, entre outros produtos.

O Monte da Franqueira e o centro histórico

Uma das zonas mais bonitas em Barcelos é o Monte da Franqueira. Destaca-se por um miradouro sobre a costa marítima de Esposende até à Póvoa de Varzim. É considerado o Monte Sagrado dos barcelenses, atraíndo todos os anos milhares de pessoas em peregrinação. Essa romaria ocorre todos os anos no segundo domingo de agosto. Nenhuma visita pela primeira vez a Barcelos pode terminar sem um passeio pelo bonito centro histórico. Aqui vai deparar-se com edifícios hisóricos e com vários jardins. Existem também cafés com esplanada e restaurantes.

A Lagoa do Perelhal e a Taberninha do Chico

Se tivermos de eleger o local mais bonito de Barcelos a nossa resposta só pode ser a Lagoa de Perelhal. A 7 quilómetros do centro histórico, está rodeada de antigos aquedutos, moinhos e casas agrícolas. Tudo no meio de uma mancha verde cheia de árvores que nos conduz até ao Rio Cávado.

Veja também: Um roteiro perfeito de 3 dias pelo Minho

Quando a fome apertar, pode experimentar os sabores regionais da Taberninha O Chico. Fica precisamente no Perelhal e destacamos as pataniscas de bacalhau e o galo estufado. Pode sentar-se a uma mesa ou comer no balcão, numa casa despretenciosa mas com comida deliciosa. A garrafeira também é variada e de qualidade.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Barcelos.

< >

Partilhar Artigo

Top