Batalha, a vila que tem mais história de Portugal que os livros

Batalha, a vila que tem mais história de Portugal que os livros

Batalha, a vila que tem mais história de Portugal que os livros

Artigo de Redação

Batalha é uma das vilas portuguesas que tem muita história de Portugal. Cada recanto desta vila remete para os nossos antepassados e os feitos dos próprios.

A vila Batalha situa-se no distrito de Leiria, sendo que foi crescendo junto do principal monumento da cidade, o Mosteiro de Santa Maria da Vitória. Nesta região é possível constatar que passaram vários povos desde do Paleolítico até aos romanos, que deixaram as suas culturas, tornando este local único.

 Mosteiro de Santa Maria da Vitória

Mais conhecido por Mosteiro da Batalha, este é o monumento de imagem da vila. Começou a ser construído em 1386, em homenagem a Nossa Senhora se Portugal derrotasse Castela na Batalha de Aljubarrota, no reinado de D. João I. Demorou cerca de dois séculos para estar totalmente completo, sendo que todo o edifício é em estilo manuelino. Em 2007 foi distingido como património mundial pela UNESCO.

Igreja da Exaltação de Santa Cruz

Também é conhecida por Igreja Matriz da Batalha. Este monumento religioso encontra-se no centro da vila, muito perto do Mosteiro da Batalha. O rei D. Manuel foi quem teve a iniciativa de construir a igreja, no ano 1514. Toda em estilo Manuelino, foi da autoria do Arquiteto Diogo Boitaca.

Ponte da Boutaca

Durante o reinado de D. Luís foi construída esta ponte tem nome do arquiteto que construiu a igreja, Diogo Boitaca ou Boutaca. Começou a ganhar forma na segunda metade do século XIX, sendo que é constituída por um tabuleiro de 60 metros, com sete de altura e seis arcos quebrados. O seu estilo é revivalista e traço neo-gótico.

Museu da Comunidade Concelhia da Batalha

Este é um museu que é dedicado à vila da Batalha. Todos os  objetos encontrados e que tenham valor histórico e cultural pode vê-los neste espaço. Já foi considerado o melhor Museu Português, em 2012, e também é vencedor do prémio internacional Kenneth Hudson. “Viajar no tempo” será um dos conceitos deste lugar visto que existem peças com mais de 250 milhões de anos.

Onde comer?

Se quiser provar os petiscos tradicionais da Batalha, sugerimos o Burro Velho, O Mosteiro do Leitão e o Tromba Rija.

Para pernoitar?

Para passar a noite nesta vila maravilhosa, pode tentar o Hotel Villa Batalha, Hotel Lis Batalha Mestre Afonso Domingues, ou o Hotel Casa do Outeiro.

< >

Partilhar Artigo

Top