Coruche tem muito para ver, descobrir e saborear

Coruche tem muito para ver, descobrir e saborear

Coruche tem muito para ver, descobrir e saborear

Artigo de André Cruz Martins

Coruche, vila no distrito de Santarém, é um destino interessante para conhecer. Possui um belo centro histórico, ideal para conhecer num passeio a pé. O pelourinho é local de passagem obrigatório. Símbolo da autoridade municipal e do poder concelhio, o anterior pelourinho quinhentista situava-se no largo do edifício dos Paços do Concelho. Foi destruído na década de 30 do século XX, mas foi reconstruído, com a réplica a ser colocada em 1941 muito perto do anterior local.

Passe ainda pela frente ribeirinha de Coruche, no rio Sorraia, que foi requalificada e transformada num excelente local para passeio e desporto. E junto da primeira ponte de Coruche, saindo da vila para sul, encontra-se uma boa praia fluvial.

Arqueologia e arquitetura valiosas

Coruche é uma zona com locais de grande valor arqueológico, alguns deles do quarto e terceiro milénios a.C. Estes monumentos megalíticos localizam-se no extremo sudeste do concelho. Aqui vai poder realizar o chamado Roteiro Megalítico de Coruche e os Percursos da Água Doce.

Leia ainda: A bonita cidade do Cartaxo onde o bom vinho está sempre presente

À saída da vila, junto às pontes metálicas, encontra-se a ponte da Coroa, construída com tijolo da região, em 1828. O seu nome deve-se ao facto de nela se empregarem, para a construção e reparação, as sisas reais. Está classificada como Monumento de Interesse Público desde 1983. Não deixe ainda de visitar o Aqueduto do Monte da Barca, construção medieval com cerca de 1 quilómetro de comprimento e arcos com a envergadura máxima de 3,40 metros.

Gastronomia tradicional e um alojamento muito especial

O restaurante O Farnel, no centro de Coruche, é o local ideal para experimentar boa comida tradicional portuguesa. Aqui pode deliciar-se com pratos como bacalhau assado com migas de bacalhau, entrecosto na brasa com migas de espargos e aba de novilha brava estufada.

Para ficar alojado, sugerimos o Monte do Arreiro, uma unidade de turismo rural onde pode relaxar com toda a tranquilidade. Localizada numa grande área verde, pode dormir em casas que conjugam o melhor da arquitetura ribatejana com apontamentos contemporâneos.

Veja também: Melides, um dos últimos redutos selvagens da costa alentejana tem fama além-fronteiras

Possui uma piscina exterior com dimensões razoáveis e ao longo da herdade existem percursos assinalados, onde poderá observar as aves e flora no seu habitat natural. Também é possível fazer o percurso de buggy elétrico ou optar por um Land Rover dos anos 60, neste caso com guia. Se preferir, realize um passeio de balão, que começa na propriedade, ou passeie a cavalo pelos montes circundantes.

Percorra a galeria e veja mais imagens de Coruche.

< >

Partilhar Artigo

Top