Lamego, uma cidade com muita história, beleza ímpar e gastronomia deliciosa

Lamego, uma cidade com muita história, beleza ímpar e gastronomia deliciosa

Lamego, uma cidade com muita história, beleza ímpar e gastronomia deliciosa

Artigo de André Cruz Martins 19-12-2019

19-12-2019


Lamego é uma das cidades mais antigas do território português e as suas origens remontam à era romana. Foi em Lamego que terão decorrido as lendárias Cortes que aclamaram D. Afonso Henriques como Rei de Portugal e se estabeleceram as “Regras de Sucessão ao Trono”.

Apesar de fazer parte do distrito de Viseu, Lamego está mais próxima da região de Trás-os-Montes e Alto Douro. Independentemente da dúvida a respeito do território em que se insere, há algo indesmentível: trata-se de uma das mais belas cidades do norte de Portugal.

O Santuário de Nossa Senhora dos Remédios

O Santuário de Nossa Senhora dos Remédios é a atração turística mais conhecida desta cidade com 12 mil habitants. O seu acesso faz-se através de uma avenida central de Lamego (Dr. Alfredo de Sousa). Depois, sobe-se até ao alto de um morro através de uma escadaria barroca com 686 degraus.

Leia ainda: Quinta da Pacheca, a experiência de passar uma noite numa pipa de vinho

A escalada termina num santuário rococó, erguido em meados do séc. XVIII em honra de Nossa Senhora dos Remédios, que só em 1905 ficaria totalmente acabado. A fachada é ladeada por torres sineiras e no seu interior destacam-se o altar-mor com a imagem de Nossa Senhora dos Remédios esculpida em madeira. E existem três vitrais com as imagens de Nossa Senhora da Conceição, do Sagrado Coração de Jesus e da Anunciação.

Pelo centro histórico

No centro da cidade, não deixe de visitar a Sé Catedral de Lamego. Foi originalmente edificada no reinado de Dom Afonso Henriques, da qual nada resta. Sofreu trabalhos de remodelação entre finais do século XV e o início do século XVI. A fachada principal, em estilo gótico, foi obra do mestre João Lopes (1508-1515).

Veja também: I Love Dão, um turismo rural de encantar na aldeia de Beijós

Lamego tem um belo centro histórico, perfeito para passear com tranquilidade. Os seus cafés vendem as magníficas bôlas de Lamego (pode comprar uma fatia ou levar uma inteira para casa). Para quem não conhece, as bôlas são feitas com pão de massa fofa e recheadas de carne, fiambre e salpicão. Uma delícia para apreciadores de lances pesados.

Um restaurante e um hotel

O Clube de Caçadores é um dos melhores restaurantes de Lamego. Faz jus ao nome e apresenta deliciosos pratos de caça. A canja de perdiz, a alheira de caça e a choriça da Beira são alguns dos pratos mais famosos. Como sugestão de alojamento, deixamos o luxuoso The Wine House Hotel – Quinta da Pacheca. A localização é perfeita, encontrando-se rodeado por extensos terrenos privados com vinhas. Trata-se de uma casa típica do século XVIII que foi restaurada respeitando a sua arquitetura tradicional. O alojamento mistura o design moderno com um ambiente histórico.

Aqui vai poder dormir em pipas gigantes de vinho, com fantástica vista para o rio Douro. E poderá olhar o céu estrelado enquanto está deitado na cama, através da janela panorâmica instalada no teto. Os preços começam nos 110 euros por noite, para quarto duplo.

Percorra a galeria e veja mais imagens de Lamego.

< >

Partilhar Artigo

Top