Bem-vindo a Melgaço, terra da lampreia, do vinho verde e das termas

Bem-vindo a Melgaço, terra da lampreia, do vinho verde e das termas

Bem-vindo a Melgaço, terra da lampreia, do vinho verde e das termas

Artigo de André Cruz Martins

Melgaço, o município mais a norte de Portugal, é um belo destino para conhecer e explorar. Esta vila raiana no distrito de Viana do Castelo distingue-se pelos valiosos edifícios históricos e pela excelente gastronomia. Isto sem esquecer o famoso vinho verde da região. Durante largos anos, Melgaço teve um dos espaços termais mais conceituados de Portugal. Reabriu em 2013 depois de 15 anos votado ao abandono e está em busca do tempo perdido.

A igreja matriz e o castelo

A Igreja Matriz é um dos principais pontos de interesse de Melgaço. Também é conhecida como Igreja de Santa Maria da Porta, por se encontrar próxima da porta principal do antigo castelo. Datada de 1187, foi sofrendo várias transformações ao longo dos séculos. Destaca-se pelos magníficos portais românicos.

Leia ainda: Silves é o exemplo perfeito de que existe um Algarve fantástico para lá das praias

Nenhuma visita a Melgaço fica completa sem visitar o seu majestoso castelo. Foi mandado construir no século XII por D. Afonso Henriques e encontra-se classificado como Monumento Nacional desde 1910. Recentemente, a sua torre de menagem foi requalificada como museu, onde estão expostos descobertas arqueológicas na zona.

As termas em busca do prestígio perdido

Melgaço era conhecida por ter uma das mais conceituadas termas de Portugal. O espaço reabriu em 2013, depois de ter estado 15 anos ao abandono e está em busca de recuperar o seu prestígio. Para além da qualidade da sua água, que pode servir como tratamento ou recreação, este local está englobado no Parque Termal.

Veja também: Coruche tem muito para ver, descobrir e saborear

Rodeado por densa vegetação, por aqui passa a ribeira da Bouça Nova. Existe ainda um imponente edifício da arquitetura do ferro, desenhada por Luís Couto dos Santos e o antigo Hotel do Peso. Este último recebia milhares de turistas, que procuravam as termas e também vai ser alvo de obras de requalificação.

A lampreia e o vinho verde

A lampreia, proveniente dos rios Minho e Lima, é a grande estrela na gastronomia local. Os melhores restaurantes da zona servem este prato, sendo que fevereiro e março são os meses mais fortes para provar esta iguaria. O Adega Sabino, no centro da vila, mesmo em frente ao edifício da Câmara Municipal, é um dos melhores locais para comer lampreia. Pratos como cabrito e naco de vitela também estão em destaque.

Melgaço fica ainda numa zona com grande tradição em vinho verde. Não deixe de visitar o Solar do Alvarinho, que já funcionou como tribunal e prisão. Hoje em dia, dá a conhecer e a provar aos turistas a casta de vinho verde alvarinho. A boa notícia é que as provas de vinho são gratuitas. No local funciona ainda uma loja que vende produtos regionais.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Melgaço.

< >

Partilhar Artigo

Top