Os encantos escondidos do Corvo, a ilha mais pequena dos Açores

Os encantos escondidos do Corvo, a ilha mais pequena dos Açores

Os encantos escondidos do Corvo, a ilha mais pequena dos Açores

Artigo de André Cruz Martins

A ilha do Corvo é a mais pequena do arquipélago dos Açores e fica no Grupo Ocidental. É dos destinos açorianos menos conhecidos, conservando uma aura misteriosa que ainda a torna mais encantadora. Uma das melhores formas de chegar ao Corvo é através de barco, desde a ilha das Flores, enquanto vai observando golfinhos. Apesar da sua pequena dimensão, merece uma visita de pelo menos um dia. E acredite que vai ficar fascinado com as paisagens e com as atividades que pode realizar.

O trilho do Caldeirão

Uma das melhores atividades na ilha do Corvo é fazer o trilho do Caldeirão. Vai ter a possibilidade de observar paisagens deslumbrantes ao longo da caminhada de 5 quilómetros. O percurso dura cerca de duas horas, a velocidade moderada, mas aconselhamos a que o faça de forma mais calma, com paragens estratégicas e tirando as melhores fotografias.

Leia ainda: Conheça a Graciosa, a ilha mais misteriosa dos Açores

O início da caminhada é no Miradouro do Caldeirão, de onde se observa a cratera e as caldeiras. Ao longo do percurso, o contraste entre o cinzento e o verde da paisagem proporciona imagens fascinantes. E se atingir o topo do caldeirão na altura do pôr-do-sol de um dia com poucas nuvens vai pensar que chegou ao paraíso.

Vila do Corvo

A Vila do Corvo localiza-se a sul da ilha. Destaca-se pelas casas pitorescas, cuja grande maioria das portas nem fechadura tem. Passe pela igreja de Nossa Senhora dos Milagres, onde pode encontrar uma valiosa imagem da sua padroeira. Trata-se de uma escultura flamenga de Malines, do princípio do século XVI. Observe ainda os moinhos de vento, recuperados ha? poucos anos, e visite o Ecomuseu.

Observação de aves, mergulho e praia

O Corvo é um local fantástico para a observação de aves, servindo de habitat para espécies como o garajau, o cagarro e o pombo-torcaz. Para aqui deslocam-se aves migratórias da América do Norte, em busca de alimento. O mergulho é outra das atividades preferenciais na ilha. O melhor sítio para o praticar é o Caneiro dos Meros, uma reserva onde é possível mergulhar com espécies como bicudas, lírios, enxaréus, vejas, peixe-cão, badejos e garoupas. A melhor vista é a do miradouro do Pa?o de Ac?u?car. E para dar uns mergulhos desloque-se até à Praia da Areia.

Percorra a galeria e veja mais imagens da Ilha do Corvo.

< >

Partilhar Artigo

Top