Quinta da Veiga, o alojamento perfeito no magnífico cenário do Gerês

Quinta da Veiga, o alojamento perfeito no magnífico cenário do Gerês

Quinta da Veiga, o alojamento perfeito no magnífico cenário do Gerês

Artigo de André Cruz Martins

Na paradisíaca região minhota do Parque Nacional da Peneda Gerês encontra-se a Quinta da Veiga, uma unidade de turismo rural rodeada por um cenário de sonho. Fica na encosta esquerda da barragem de Caniçada e da Marinha de Rio Caldo, com vistas deslumbrantes para o Rio Cávado, a Barragem da Caniçada, a Marina de Rio Caldo, as serras circundantes e o Parque Nacional da Peneda Gerês.

Leia ainda: O roteiro perfeito para visitar Vila Viçosa, a mais imponente cidade alentejana

A Quinta da Veiga possui quatro áreas independentes que asseguram uma estadia de sonho. Existe a Vivenda Principal, composta por dois T3 e um T2 no sótão e a Casa da Pedra, um T2 que fica 60 metros da Vivenda Principal. Todas as acomodações têm mobiliário antigo muito bem preservado e dispõem de uma casa de banho privada e de televisão. E ainda de uma cozinha equipada, uma área de refeições e varanda com vistas sobre as montanhas e para o rio.

Preços entre os 40 e os 180 euros

Também tem ao seu dispor uma piscina e dois jardins. E aqui o descanso e a tranquilidade não são palavras vãs, enquanto ouvimos o chilrear dos pássaros. Os preços variam entre os 40 e os 135 euros por noite na época baixa (1 de outubro a 30 de abril), os 50 e os 160 euros na época média (1 de maio a 30 de junho e 1 de setembro a 30 de setembro) e entre 60 euros e os 180 euros na época alta (1 de julho a 31 de agosto).

Rodeado por vegetação luxuriante

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é indiscutivelemnte das zonas mais bonitas de Portugal. E quem o visita pela primeira vez fica deslumbrado com a vegetação luxuriante. Para onde quer que o seu olhar se dirija, vai ver muito verde. Os terrenos são montanhosos e atravessados por rios, riachos e cascatas, proporcionando excelentes caminhadas. E não faltam locais para a prática de atividades como o canyonning ou a canoagem. Poderá ainda admirar castelos medievais, mosteiros e santuários. E quem sabe se não irá cruzar-se com espécies de animais como o corço e o lobo ibérico.

Os lugares que não pode perder

Aconselhamos uma visita à histórica aldeia de Castro Laboreiro, onde poderá admirar monumentos megalíticos. Destacam-se o Castelo de Castro Laboreiro, classificado como monumento nacional, as pontes e igrejas medievais e os moinhos. Um monumento que não deve perder é o majestoso Santuário de Nossa Senhora da Peneda, em Arcos de Valdevez, na freguesia de Gavieira. Foi construído no fim do século XVIII e aqui existiu uma pequena ermida a lembrar a aparição da Senhora da Peneda, cujo culto foi crescendo e motivou a construção do santuário.

A aldeia do Sistelo e um restaurante fabuloso

Desloque-se ainda aldeia do Sistelo e visite o seu castelo. Foi edificado no século XIX pelo primeiro Visconde de Sistelo, Manuel Gonçalves Roque. É constituído por um palácio de planta retangular com duas torres com ameias e o piso superior serve de varanda aberta com quatro colunas. E caso não queira almoçar ou jantar na Quinta da Veiga, pode deliciar-se com pratos tradicionais de comida minhota do restaurante O Abocanhado, na aldeia de Brufe. A vitela barrosã e o cabrito assado são as estrelas da casa.

Percorra a galeria e veja fotos da região e da Quinta da Veiga.

< >

Partilhar Artigo

Top