Sortelha, a aldeia medieval no concelho do Sabugal que nos faz viajar no tempo

Sortelha, a aldeia medieval no concelho do Sabugal que nos faz viajar no tempo

Sortelha, a aldeia medieval no concelho do Sabugal que nos faz viajar no tempo

Artigo de Redação 13-11-2020

13-11-2020


Sortelha, no concelho do Sabugal, é uma das mais belas e antigas aldeias portuguesas. Até aos dias de hoje, conseguiu manter os seus edifícios medievais do século XIII praticamente intactos. E encontra-se rodeada por fortes muralhas circulares, que se estendem pelos seus declives naturais. Um passeio pelas suas ruelas parece uma autêntica viagem ao passado, entre uma igreja renascentista, um pelourinho, formações rochosas peculiares e outros locais interessantes para explorar.

O castelo e a Casa do Governador

Nenhuma visita a Sortelha ficaria completa sem uma ida ao seu castelo, classificado como Monumento Nacional desde 1910. Trata-se de um edifício românico-gótico, com traços manuelinos e que se encontra a 800 metros de altitude. No seu interior ainda se pode ver a Cisterna, para o abastecimento de água. As muralhas foram construídas tendo por base a técnica de construção que consistia no levantamento de duas paredes fortes e paralelas, que eram seguidamente cheias com pedra grossa e gravilha. Parte da muralha do castelo foi destruída por tropas napoleónicas, mas foi recentemente reconstruída.

Leia ainda: Casal de São Simão, a aldeia de xisto que é um segredo por desvendar

Outro local a visitar é a Casa do Governador do Concelho de Sortelha, do século XV. Possui dois pisos e a fachada principal apresenta influências classicistas. Destaca-se ainda uma janela de sacada moldurada e a diferenciação funcional dos pisos, com o piso inferior reservado para lojas. Existe um poço no quintal.

O pelourinho e a igreja matriz

O Largo do Pelourinho é o ponto mais central da aldeia. Foi construído em 1510 por D. Manuel situa-se no Largo fronteiro à Casa da Câmara e Cadeia, no sopé do castelo. No pelourinho fica a Antiga Casa da Câmara e Cadeia, construída no século XVI. O edifício tem dois pisos, sendo o piso inferior a cadeia e o superior a Câmara.

Visite ainda a igreja matriz, dedicada a Nossa Senhora das Neves. Fica no Largo da Igreja, dentro do perímetro amuralhado. Para além da igreja, existe uma torre sineira, passos da via sacra e algumas sepulturas escavadas na rocha.

Formações rochosas peculiares

Sortelha fica numa região com relevo acidentado, não faltando formações graníticas de aspecto peculiar. A mais conhecida é a Cabeça da Velha, que faz lembrar um rosto envelhecido pela idade.

Veja também: Janeiro de Cima, uma encantadora aldeia de xisto nas margens do Zêzere

Outra curiosa formação rochosa é a Pedra do Beijo Eterno, em que duas rochas parecem estar a beijar-se. E está associada a uma lenda: uma donzela apaixonou-se por um mouro, que fazia parte do cerco. A mãe, desagradada com a relação proibida decidiu transformar o casal em pedras, quando estes se beijavam. E daí nasceram as duas rochas.

A deliciosa gastronomia local

A Sortelha integra-se numa região com grande tradição gastronómica. Entre os pratos típicos, destacam-se a Canja dos Cornos, o Bucho com couves, o Borrego à moda da raia, o Cabrito assado na brasa e a Truta do Côa frita. Como sobremesa, nada melhor do que uns Coscoréis com queijo e compota ou uma Mousse de castanha. O restaurante Dom Sancho, no centro da aldeia, é um dos melhores locais para provar estas e outras iguarias.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Sortelha.

< >

Partilhar Artigo

Top