4 dicas para perder o medo de voar antes da sua próxima viagem

4 dicas para perder o medo de voar antes da sua próxima viagem

4 dicas para perder o medo de voar antes da sua próxima viagem

Artigo de Redação 17-09-2021

17-09-2021


A grande maioria dos portugueses gosta de viajar e conhecer novos lugares. Porém, a aerofobia (medo de voar) ainda «assombra» alguns viajantes na hora da partida. Se tem medo de voar, confira as quatro dicas para superar o medo de voar que apresentamos de seguida.

Desfrutar do entretenimento a bordo

Uma das formas mais fáceis de contornar o seu medo de voar é distrair-se o mais possível. As aeronaves modernas, em particular os aviões de longo-curso, estão apetrechados com um sistema de entretenimento em voo – também conhecido por IFE (In-Flight Entertainment). Todos os passageiros podem escolher entre uma seleção de filmes, músicas ou até mesmo jogos para passar o tempo.

Nos aviões de pequeno e médio curso, as opções de entretenimento são menos abrangentes – uma consequência direta destes aviões efetuarem voos mais curtos. Ainda assim, a tendência das companhias é optar por uma filosofia de entretenimento «Bring Yor Own Device» – o aparelho para entretenimento fica à sua responsabilidade e a ligação à internet durante o voo fica a cargo da companhia aérea! Desta forma pode fazer tudo o que faz em casa nas horas livres: seguir as suas séries preferidas, jogar os seus jogos favoritos, ouvir música ou fazer as suas apostas online. Tenha em atenção que a ligação pode ser lenta, tornando-a pouco adequada para apostas em jogos ao vivo. Assegure-se que conhece o preçário da internet a bordo!

Procurar informação sobre a aviação comercial

Ultrapassar o seu medo de voar é a forma mais eficaz para desfrutar de um voo. Uma das formas de enfrentar o seu medo é aprofundar o seu conhecimento sobre as aeronaves comerciais. As aeronaves modernas são mais seguras que nunca. A regras da aviação impõem que todas as aeronaves estejam apetrechadas com sistemas redundantes – normalmente três ou mais – para cada ação elétrica, mecânica ou hidráulica. Desta forma, a falha de um sistema não têm impacto na performance da aeronave que pode continuar a voar e aterrar em segurança utilizando os sistemas redundantes, que são tão fiáveis quanto o sistema principal.

As regras internacionais impõem também procedimentos padrão para minimizar ao máximo o erro humano. Existem checklists específicas para cada modelo de avião com conjuntos de verificações que os pilotos têm de efetuar em fases específicas dos voos. Por exemplo, a quantidade mínima de combustível a bordo é estipulada de forma a que a aeronave tenha combustível suficiente para voar até ao destino e seja capaz de voar até três destinos alternativos em caso de impossibilidade de aterrar no destino estipulado. Além disso, os aviões são obrigados a aterrar com combustível suficiente para meia hora de voo! Como ficou patente nos exemplos enunciados, a aviação prima pela exigência!

Frequente programas para perder o medo de voar

Várias companhias aéreas possuem programas vocacionados para combater o medo de voar. Em Portugal, existem dois programas disponibilizados por companhias aéreas que visam combater a aerofobia: Ganhar Asas (TAP) e Happy Flyer (SATA/Azores Airlines).

Além das companhias aéreas, existem operadores privados que disponibilizam programas para superar a aerofobia, nomeadamente empresas que operam simuladores de voo. Estes programas têm preços tendencialmente mais acessíveis ao público geral e são mais personalizados. Por outro lado, os programas das companhias aéreas são habitualmente mais completos e incluem visitas aos hangares de manutenção e um voo terapêutico no final do programa dado o acesso fácil às aeronaves.

Dormir durante a viagem

Se vencer o medo é tarefa impossível, procure dormir durante a viagem. Dependendo da duração e do horário da sua viagem, pode ter algumas dificuldades em adormecer. Se pretende fazê-lo com recurso a soporíferos, consulte o seu médico para saber qual a substância mais adequada. Evite a ingestão de bebidas alcoólicas, café ou outras bebidas que contenham cafeína nas horas anteriores ao voo.

Partilhar Artigo

Top