5 viagens incríveis para fazer sem sair de casa

5 viagens incríveis para fazer sem sair de casa

5 viagens incríveis para fazer sem sair de casa

Artigo de Redação 12-03-2021

12-03-2021


Um dos setores mais afetado pela pandemia da Covid-19 foi o turismo e, consequentemente, a realização de viagens por esse mundo fora. Ainda assim, saiba que pode viajar sem sair do sofá e desfrutar de algumas das maiores maravilhas que existem espalhados pelos vários continentes. Vá à Índia, depois dê um pulo ao Peru, não se esqueça de França ou de Pequim. Já agora, passe ainda pelo Egito. Tudo isto no conforto do seu lar. Para tal, baste que siga estas sugestões de viagens virtuais, que são uma boa forma de matar o bichinho das viagens, enquanto não é seguro viajar como antigamente.

Taj Mahal

O Taj Mahal, na Índia, um dos monumentos mais icónicos do mundo, está a sofrer com o desgaste do tempo. A poluição do ar e o aumento do nível da água de alguns rios está a afetar as estruturas do edifício. E não há muito que possa ser feito para combater esta situação. Localizado em Agra, este monumento em mármore branco foi anunciado em 2007 como uma das sete maravilhas do mundo moderno. Esta obra impressionante foi feita entre 1632 e 1653 com a força de cerca de 20 mil homens. Foi mandado construir pelo imperador Shah Jahan, em memória da sua esposa favorita, Aryumand Banu Begam, a quem chamava de Mumtaz Mahal (“A joia do palácio”). Os visitantes podem visitar o enorme palácio e passear pelos jardins à volta do mesmo. Visite o Taj Mahal, sem sair do sofá, através deste site.

Machu Picchu

É a atração mais conhecida no Peru. É uma cidade pré-colombiana bem conservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba. Foi construída no século XV, sendo muito possivelmente o símbolo mais típico do Império Inca, quer devido à sua original localização e características geológicas, quer devido à sua descoberta tardia em 1911. Declarado pela UNESCO Património Mundial da Humanidade em 1983, o sítio arqueológico de Machu Picchu recebia cerca de 2500 visitantes por dia. Pode visitá-lo virtualmente através deste site.

Museu do Louvre

O Museu do Louvre fica no Palácio do Louvre, um antigo palácio real localizado na margem direita do rio Sena. Foi inaugurado nos finais do século XVIII e é o museu de arte mais visitado do mundo. De acordo com uma pesquisa do “The Art Newspaper”, recebe em média 8,6 milhões de pessoas. No segundo lugar, a larga distância, aparece o British Museum, com uma média de 6,8 milhões de pessoas.

O Louvre ocupa uma área de 73 mil m² e tem em exibição cerca de 35 mil obras de arte. A mais famosa é o célebre quadro de Mona Lisa, de Leonardo da Vinci. É um quadro pequeno, coberto por um vidro à prova de balas. É muito difícil chegar perto, pois à sua frente estão sempre largas dezenas de pessoas ávidas de tirarem fotografias.

As coleções do museu estão agrupadas em oito departamentos: Antiguidades Egípcias; Antiguidades Gregas, Etruscas e Romanas; Antiguidades do Médio Oriente; Arte Islâmica; Pinturas; Esculturas; Artes Decorativas; Impressões e Desenhos. De referir que o Louvre não exibe arte moderna. As peças mais antigas têm cerca de 7 mil anos e as mais recentes datam de 1848. Pode ver as obras de arte do Louvre sem sair de casa, através deste site.

Grande Muralha da China

Pequim, oficialmente designada como Beijing (em mandarim, capital do Norte), é o centro político, cultural e intelectual da China. Com um passado imenso, encontra-se muito bem representada nas listas do Património Mundial da UNESCO, que integram monumentos incontornáveis, como a Cidade Proibida, a Grande Muralha, o Palácio de Verão ou o Templo do Céu. Não é por acaso que Pequim é hoje um dos destinos mais visitados do Planeta. Afinal, estão lá os principais atrativos turísticos da potência que mais cresce a nível mundial. Uma viagem ao Oriente não é completa sem passar por Pequim, um lugar agora para ir e voltar muitas vezes. Através deste site, pode visitar a imponente Grande Muralha da China e percorrer os milhares de quilómetros que tem… sem se cansar.

Pirâmides no Egito

O Egito é um país enorme e eclético que oferece diferentes tipos de turismo para uma viagem de sonho. Elegemos como melhores destinos a capital Cairo, a histórica Alexandria e Sharm-el-Sheikh, no Mar Vermelho, onde poderá passar uns dias de sonho num dos vários resorts existentes. As três pirâmides de Gizé são a imagem de marca de Cairo, capital do Egito. Na verdade, tratam-se de câmaras mortuárias que foram construídas para acomodar as múmias dos faraós: o pai Quéops, o filho Quéfren, e o neto Miquerinos.

A grande questão continua a ser como foi possível aos egípcios, sem qualquer tecnologia, terem conseguido erguer pedras de 2,5 toneladas para formar as pirâmides em torno de 2500 a.C. No mesmo complexo das pirâmides encontramos a Esfinge sem nariz. No entanto, enquanto as pirâmides foram formadas por blocos, a Esfinge foi esculpida numa rocha calcária ao longo de três anos.

A 30 km do centro do Cairo encontramos a Pirâmide de Saqqara, considerada a primeira pirâmide a ser erguida no Egito, no século XXVII a.C. É composta por seis mastabas, construídas umas sobre as outras. No Cairo, não deixe também de visitar o Museum Memphis, a céu aberto, onde se destaca uma enorme estátua com 10 metros do rei Ramsés II e inúmeros objetos ligados ao antigo Egito. Visite as pirâmides virtualmente através deste site.

Partilhar Artigo

Top