Cinco dicas para planear uma viagem em grupo

Cinco dicas para planear uma viagem em grupo

Cinco dicas para planear uma viagem em grupo

Artigo de André Cruz Martins

Quem nunca se zangou com um dos melhores amigos enquanto viajava que atire a primeira pedra. Viajar em grupo nem sempre é uma tarefa fácil e não é difícil perceber porquê. Cada qual tem os seus gostos e enquanto alguns preferem visitar museus ou outras atrações culturais, outros podem simplesmente estar na disposição de fazer um dia de praia. Outro dos focos de conflito pode ser a quantia que cada pessoa está disposta a pagar pelo alojamento. Se há quem considere essencial ter um quarto de hotel com todas as comodidades, também há quem não se importe de acampar.

Leia ainda: 10 destinos fantásticos que pode explorar por menos de 45 euros por dia

A hora das refeições pode ser outra fonte de problemas: vamos simplesmente contentarmo-nos com uma sandes para não perdermos tempo, ou a ideia é sentarmo-nos calmamente e degustar do melhor da gastronomia local, num restaurante requintado? Foi a pensar nestes potenciais focos de tensão que o site “Lonely Planet” elaborou uma série de dicas para seguir numa viagem de grupo.

Manter a comunicação clara

Imaginemos um grupo de WhatsApp que foi criado para organizar uma viagem. Pode haver participantes que fazem inúmeras perguntas e outros que quase não se manifestam. O mais importante é ser claro e conciso ao partilhar informações.

Evite fazer perguntas abertas e se precisar de ajuda para fazer uma escolha, forneça algumas opções e coloque-a em votação. E envie lembretes sobre detalhes cruciais algumas vezes antes da partida.

Acerte as datas o mais rapidamente possível

Arranjar alojamento para determinado período de tempo pode ser surpreendentemente complicado, especialmente com grandes grupos. Por isso, as datas devem ser escolhidas com a maior antecedência possível.

Veja também: 10 destinos obrigatórios para quem gosta de vinho

Em vez de fazer malabarismos com as datas preferidas de cada um, aproveite o poder da tecnologia, através de ferramentas de agendamento, como o Doodle e o WhenAvailable. Escolha apenas duas opções de datas e depois ganha a que tiver mais votantes.

Escolha o alojamento apropriado

Pequenos grupos com orçamento apertado podem achar que reservar quartos de hotéis com quatro ou seis pessoas mantém os custos baixos. No entanto, a verdade é que alugar uma casa ou um apartamento acaba geralmente por ser menos dispendioso do que vários quartos de hotel. E vem com o bónus de uma cozinha e espaço vital. Se um hotel for mesmo essencial, considere contactá-lo diretamente para solicitar quartos no mesmo andar e perguntar sobre descontos para grupos.

Mantenha as finanças claras e controladas

O dinheiro é talvez a questão mais delicada nas viagens em grupo. Os líderes devem levar em conta os orçamentos de todos (confidencialmente, se necessário) e garantir que ninguém seja pressionado pelos colegas a gastar demais. Da mesma forma, as pessoas com mais disponibilidade financeira devem ter a oportunidade de “esbanjar” dinheiro se assim entenderem. Geralmente, dividir os custos nas lojas e nos supermercados é a estratégia ideal.

Propor um itinerário flexível

Sugira uma ou duas atividades opcionais por dia que não exigem reserva antecipada, como uma caminhada ou a visita a um museu. Por outro lado, adicione atividades como tratamentos de spa ou refeições extravagantes. Ou seja, tente conciliar o óbvio com a espontaneidade

Partilhar Artigo

Top