Ilhas Faroé, o destino onde há mais ovelhas que pessoas

Ilhas Faroé, o destino onde há mais ovelhas que pessoas

Ilhas Faroé, o destino onde há mais ovelhas que pessoas

Artigo de Redação

As 18 pequenas e isoladas Ilhas Faroé, território autónomo sob a coroa dinamarquesa, localizam-se no Atlântico Norte, entre a Islândia e a Noruega e recebem, em média, 100 mil turistas por ano. No conjunto de todas as ilhas existem apenas três semáforos, todos localizados na capital de Tórshavn. Há mais ovelhas (80 mil) do que pessoas (50 mil) no arquipélago e elas passeiam-se livremente pelas estradas. Algumas ilhas têm acesso através de pontes ou túneis, outras só de ferry ou helicópetro.

As Faroé são o cenário ideal para uma road trip. Devido às suas estradas íngremes, cenários naturais de cortar a respiração e falésias imponentes. As casas são pequenas e coloridas e muitas têm telhados de relva. Local obrigatório de passagem é a idílica aldeia de Saksun. Fica na zona norte da ilha Streymoy, destacando-se pelo fantástico lago magnífico que faz fronteira com o oceano. A não perder também a aldeia de Gjógv, na ilha Eysturoy, com o seu porto natural cheio de “glamour”.

Leia ainda: 10 países (ainda) com poucos turistas e que merecem uma visita

Outra atração imperdível é a cascata Bosdalafossur. Fica perto da aldeia de Miovág, que mergulha do lago de Leitisvatn directamente no oceano. Para a visitar, conte com uma caminhada de 5km que demora cerca de duas horas. Terá de estacionar o carro na aldeia e seguir o caminho para a direita da igreja que leva à velha estrada de Ovaragota.

Tjornuvík, praia de areia preta, é a mais indicada para a prática de surf, enquanto Slaettaratindur é o ponto mais elevado das Faroé, com a caminhada até ao topo a demorar cerca de uma hora com andamento moderado. Não deixe ainda de realizar uma viagem num barco de pesca, enquanto observa a paisagem em redor.

Percorra a galeria e veja mais fotos das Ilhas Faroé.

< >

Partilhar Artigo

Top