Johnny Ward, de cobaia médica a milionário depois de conhecer 197 países

Johnny Ward, de cobaia médica a milionário depois de conhecer 197 países

Johnny Ward, de cobaia médica a milionário depois de conhecer 197 países

Artigo de André Cruz Martins

Johnny Ward era um jovem irlandês que vivia com a mãe e com a irmã numa casa sem grandes condições em Galway. Aos 22 anos, mudou-se para Inglaterra, onde tirou a licenciatura em Economia. No entanto, a ideia de ter um trabalho “normal”, em que estivesse oito horas por dia fechado num escritório, não o atraía minimamente.

Tomou então a decisão de viajar para Nova Iorque. Passou o verão a trabalhar num acampamento para crianças desfavorecidas. Quando esse trabalho terminou, viajou pelos Estados Unidos, mas quando voltou à Irlanda estava sem dinheiro na conta. Ainda assim, continuava com uma ideia fixa. Fazer um “gap year”, um ano de pausa no trabalho ou nos estudos, em que as pessoas aproveitam para viajar.

E onde conseguiria Johnny arranjar dinheiro? A mãe não tinha posses para tal e amigos que emprestam grandes quantias de dinheiro não é para todos. Por isso, teve a ideia de ir para a Ásia ensinar inglês, o que lhe permitiria viajar e pagar as suas despesas. No entanto, havia mais um pormenor a ter em conta: precisava de ter qualificações para ensinar a sua língua, e pagar, claro, pagar pelo menos o voo para o país onde fosse lecionar.

Johnny Ward foi cobaia médica

A solução encontrada foi bastante estranha. Inscreveu-se como candidato a pesquisa médica, ficando fechado num hospital e sendo cobaia para testes de medicamentos. O isolamento durou cinco semanas e durante esse período não pôde receber visitas nem sair do quarto de hospital.

Não se sabe quanto dinheiro ganhou depois de se ter submetido a esta pouco convencional experiência. Maas a verdade é que conseguiu juntar dinheiro suficiente para viajar para a Tailândia, onde passou a ensinar inglês depois de ter obtido a qualificação para tal. Durante dois anos, a sua vida foi sempre tentar poupar dinheiro enquanto lecionava inglês e viajava entre vários países.

O blogue que tudo mudou

Aos 26 anos, decidiu dar nova volta de 180 graus e foi viver para a Austrália, com um visto de trabalho temporário de um ano. E foi por esta altura que criou o OneStep4Ward, um blogue de viagens que depois se tornou numa marca com mais de 100 sites diferentes, a Step4WardMedia.com

Johnny Ward ganhou mais de 1 milhão de euros com este projeto, com ganhos provenientes quase todos da publicidade nos seus sites. Criou ainda uma start up de educação em Hong Kong e uma empresa de marketing especializada em clínicas dentárias.

“Pouco depois de ter começado o blogue sobre viagens, já fazia sete mil euros por mês através do site. Depois criei mais blogues e contratei alguns escritores. Num estalar de dedos, já recebia cerca de 50 mil euros por mês. Depois, comecei a investir, até juntar mais de 1 milhão de euros”, explicou ao “Telegraph”.

Através do One Step 4Ward conseguiu viajar por 197 países, contando as suas aventuras no blogue e no Instagram. Os cinco destinos que mais gostou foram Guilin (China), Lalibela (Etiópia), os Himalaias, Serenheti, onde caçou chitas selvagens, e o Rio de Janeiro, onde em 2014 assistiu à final do Campeonato do Mundo de futebol.

Atualmente continua a viajar muito, a fazer investimentos e está envolvido em projetos de caridade. E diz que quer ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo que ele conseguiu. “Se eu consegui, vocês também conseguirão e quero ensinar-vos”, refere.

Percorra a galeria e veja mais fotos das viagens de Johnny Ward.

< >

Partilhar Artigo

Top