39 por cento dos portugueses planeiam passar as férias da Páscoa em Portugal

39 por cento dos portugueses planeiam passar as férias da Páscoa em Portugal

39 por cento dos portugueses planeiam passar as férias da Páscoa em Portugal

Artigo de Redação

Cada vez mais pessoas desfrutam do período da Páscoa para férias. Seja para descansar, seja para aproveitarem as férias das crianças em família, grande parte dos portugueses tira alguns dias de lazer neste período. Segundo o Observador Cetelem Páscoa 2018, 47 por cento dos inquiridos planeiam fazê-lo este ano e a grande maioria, 39 por cento, tem intenções de as passar em Portugal.

O crescimento do turismo entre nós tem vindo a promover o país, não só lá fora, mas também junto dos portugueses, que têm cada vez mais vontade de aproveitar o que temos para oferecer, como se comprova no total de 39 por cento de inquiridos que passará férias em Portugal.

O estudo Observador Cetelem Páscoa 2018 conclui, ainda, que apenas 8 por cento dos portugueses planeiam passar o período de férias da Páscoa fora do país. Entre estes, a Europa é a preferida, preferencialmente países europeus vizinhos como Espanha ou França, sendo residual o número de inquiridos que aproveitará este período para viajar para fora da Europa.

Quanto às regiões favoritas dos portugueses para aproveitar o descanso nas férias da Páscoa, destaca-se o Norte do país, com 16 por cento das escolhas, seguido do Sul, com 11 por cento. A região Centro é a opção escolhida para 10 por cento dos portugueses e apenas 2 por cento dos inquiridos escolhem as ilhas da Madeira e dos Açores para passar as férias da Páscoa em 2018.

«A época da Páscoa e o turismo têm cada vez mais relevância para a economia nacional. Neste sentido, é interessante verificarmos que o país atrai não só turistas estrangeiros, mas também, e cada vez mais, os próprios portugueses. Saber para onde vão, quanto vão gastar e que tipo de férias esperam fazer é uma forma muito interessante de compreendermos quais as áreas que estão a captar mais interesse junto do público nacional», explica Pedro Camarinha, Diretor Distribuição do Cetelem.

De acordo com o Observador Cetelem Páscoa 2018, a opção por passar férias dentro do país faz com que os gastos sejam menores em comparação com umas férias no estrangeiro. Enquanto a maioria dos consumidores que pretendem passar férias em Portugal acreditam que irão gastar, no máximo, até 500€, 75 por cento dos inquiridos que pretendem ir para fora do país admitem gastar mais que este valor. De notar ainda que apenas 22 por cento dos portugueses que vão passar férias pretendem utilizar cartão de crédito.

O Observador Cetelem Páscoa 2018 tem por base uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os géneros e com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos. Estes foram entrevistados telefonicamente, com informação recolhida por intermédio de um questionário estruturado de perguntas fechadas.

O trabalho de campo foi realizado pela empresa de estudos de mercado Nielsen e um erro máximo de +4,0 para um intervalo de confiança de 95 por cento.

Partilhar Artigo

Top