Vai viajar no fim do ano? Dicas para poupar e entrar em 2020 com mais euros na carteira

Vai viajar no fim do ano? Dicas para poupar e entrar em 2020 com mais euros na carteira

Vai viajar no fim do ano? Dicas para poupar e entrar em 2020 com mais euros na carteira

Artigo de Redação

Com a chegada do último trimestre do ano, chegam também as baixas temperaturas, o fim da época de praia e os dias mais curtos. Ter em vista uma viagem nesta altura, em plena época natalícia ou como comemoração do ano novo, motiva qualquer um a atravessar os meses de inverno com melhor disposição. Contudo, ainda que as épocas festivas tenham o seu natural encanto, podem ser sinónimo de mais gastos.

Em especial, se os seus planos incluírem viagens, seja para visitar familiares ou, simplesmente, em prol de uma escapadinha ou um city-break. Se for o seu caso, poupar para, e durante, a temporada pode ser o segredo para que, mesmo viajando, entre financeiramente confortável em 2020. Como fazê-lo? Reunimos alguns truques que valem a pena anotar.

Elabore um orçamento e registe despesas

O primeiro passo para uma eficaz gestão de finanças pessoais passa pela criação de um orçamento. Recorra a uma folha Excel, onde poderá listar todas as suas despesas fixas e variáveis (renda ou prestação da casa, eletricidade e água, supermercado, entre outros), e obtenha o somatório dos seus gastos periódicos (semanais ou mensais). Assim que tiver a lista completa, procure fazer uma reflexão sobre quais as linhas de despesa passíveis de serem cortadas. Por exemplo, se costuma ir ao cinema todas as semanas, talvez seja uma boa estratégia reduzir este hábito.

Pelo menos durante o tempo de poupança, que antecede à sua viagem de final de ano. Controlar os gastos, por intermédio por de um orçamento, ajuda-o a atingir um objetivo financeiro. Ao planear a sua viagem de Inverno, tente chegar a uma estimativa de valor final, correspondente ao que irá gastar durante a estadia fora de casa. Com o apoio do seu orçamento, saiba quanto tem que poupar, até à data da viagem, para chegar a essa meta económica.

Tome o controlo das suas finanças

Apesar da utilidade do orçamento, e do planeamento financeiro, referidos no ponto anterior, poupar pode ser um pouco mais complicado, se as suas despesas regulares incluírem o pagamento de prestações e empréstimos mensais.
Sob esta situação, pensar em viajar no final do ano e, ainda assim, garantir uma entrada financeiramente estável em 2020, podem-lhe parecer cenários incompatíveis. Mas não desanime. Existem métodos de aumento de liquidez, mesmo que possua dívidas acumuladas. Se for este o caso, pode ser vantajoso recorrer à solução de crédito consolidado.

Trata-se de uma operação que agrega todas as suas atuais dívidas em apenas um empréstimo, resultando numa única prestação mensal, renegociada e mais reduzida. Para além de pagar menos pela totalidade das suas dívidas, decorrente de uma menor prestação unificada, o crédito consolidado permite, também, uma gestão de despesas mais eficaz e simples. Afinal, toda os seus empréstimos habituais corresponderão a uma única saída mensal. Para perceber qual seria a sua poupança mensal, ao recorrer ao crédito consolidado, faça uma simulação de crédito consolidado online, disponível no portal Unibanco.

Esteja atento: pesquise e subscreva newsletters

A subscrição de e-mail marketing pode tornar-se aborrecido e encher a sua caixa de correio eletrónico com informação desnecessária e excessiva. Contudo, quando o objetivo é conhecer as promoções em primeira mão e, desta forma, usufruir de descontos de última hora, pode ser útil subscrever a newsletter da sua companhia aérea de eleição, por exemplo.

Apesar da utilidade das notificações via newsletter, é fundamental que faça a sua própria pesquisa. Na busca por voos e estadias para as suas férias, recorra a diferentes aplicações e portais de procura avançada. Alguns permitem a comparação entre passagens aéreas de diferentes companhias, bem como a escolha flexível de datas para a reserva. Desta forma, poderá adquirir o seu voo no dia do mês que oferece o melhor preço.

Compre com inteligência

Tanto o período de férias como a época natalícia podem levar a um aumento de consumo que, apesar de expetável para a temporada, pode ser excessivo. Procure comprar as prendas de Natal em contexto promocional, algumas semanas antes da data comemorativa, e informe-se sobre onde encontrar os melhores descontos e campanhas.

Durante uma eventual viagem de fim de ano, atente no planeamento de gastos, que preparou no âmbito do seu orçamento, e evite ultrapassar o limite de despesas que estabeleceu para a escapadinha de inverno. No que toca à compra de presentes de Natal, um eficaz método de poupança é o designado de “Amigo Secreto”.

Em vez de distribuir presentes para cada um dos seus amigos ou familiares, combine com eles uma estratégia de maior viabilidade financeira. Previamente, realize um sorteio para definir quem dará presente a quem, e usufrua de um momento de troca divertido. Nem sempre é fácil resistir às tentações de compra, naturalmente inerentes à época festiva que se aproxima.

A vontade, ou a necessidade, de viajar neste último trimestre, o aumento das campanhas de marketing, alusivas ao espírito natalício e às festividades de passagem de ano, bem como os populares eventos e jantares de natal e de réveillon, frequentemente conduzem ao gasto excessivo. Como consequência, a entrada em 2020 faz-se com a carteira mais leve do que o expectável.

Para que este cenário não se concretize, planeie os seus gastos. Elabore um orçamento, esteja atento às suas finanças pessoais, e opte por métodos eficazes de gestão de despesas, como é o caso do crédito consolidado.

Partilhar Artigo

Top