Albânia, a histórica Tirana, as praias incríveis e os pratos típicos

Albânia, a histórica Tirana, as praias incríveis e os pratos típicos

Albânia, a histórica Tirana, as praias incríveis e os pratos típicos

Artigo de André Cruz Martins

Quando alguém pensa em viagem de sonho, quase de certeza que a Albânia não surgirá no topo das suas preferências. No entanto, aquela ideia de um país pobre e atrasado já está ultrapassada. Há muito a descobrir neste pequeno país montanhoso da Península Balcânica, no sudeste da Europa.

< >

A capital Tirana destaca-se pela boa vibração que transmite aos viajantes. Os locais reúnem-se em cafés e esplanadas, fazendo jus a uma cultura de vida de rua, muito à semelhança do que acontece em Espanha. Gjirokaster, a 130 km de Berat e 230 km de Tirana, é outra cidade a descobrir, destacando-se pelas belas casas antigas de arquitetura Otomana.

Leia ainda: 10 cidades baratas para conhecer de mochila às costa

Os bunkers estão espalhados um pouco por toda a Albânia e chegaram a existir mais de 150 mil. O mais emblemático desses abrigos subterrâneos ficava nos arredores de Tirana. Foi transformado em museu, sendo uma das grandes atrações turísticas do país. Chama-se Bunk’Art e para além de poder caminhar-se pelos enormes corredores, tem salas onde é possível assistir a vídeos e áudios dos tempos da guerra. Alguns podem ser um pouco assustadores, pois simulam um ataque militar de forma extremamente realista.

À descoberta de Berat e de Gjirokaster

A Albânia é mais do que a capital Tirana. Pode partir à descoberta de Berat, a cerca de 100 km da capital. Não deve deixar de visitar o Castelo de Berat, que curiosamente é habitado por dezenas de famílias. Ainda em Berat, perca-se nos bairros de Mangalem e de Gorica. E o verbo perder é mesmo o indicado, dadas as suas ruas labirínticas. Passe ainda pela Republika, local de concentração ao final da tarde, em esplanadas e cafés.

Gjirokaster, a 130 km de Berat e 230 km de Tirana, é outra cidade a descobrir, destacando-se pelas belas casas antigas de arquitetura Otomana, pelo Museu Etnográfico e pelo bazar de Gjirokaster, onde conseguirá encontrar todo o tipo de produtos.

A fantástica Riviera Albanesa

Algumas das mais bonitas praias do país estão localizadas na zona denominada por Riviera albanesa, uma faixa no litoral com cerca de 85 km, no sul do país, banhada pelo mar Jónico. Na vila de Ksamil estão algumas das mais belas praias, com um mar azul turquesa, todas de pequenas dimensões, sendo algumas de pedra e outras de areia. E bastante perto existe uma pequena ilha à qual é possível chegar a nado.

Veja também: Hammamet, a riviera tunisina

Ainda na Riviera albanesa, a Praia de Jale também é bastante interessante, com uma água cristalina que convida a um mergulho. É nesta praia que se encontra o melhor beach club da região, o Folie Marine, conhecido pela animação ao sunset e pelos deliciosos almoços e jantares.

Os pratos típicos

Não poderíamos deixar de abordar a culinária local, que é muito inspirada na comida italiana e na turca e que tem essencialmente pratos de carne e vegetarianos, com muitas especiarias à mistura. Um prato típico é o vegetariano Tave me presh, normalmente cozinhado nas noites frias de inverno.

Leia ainda: Riviera Maya, fascinante e repleta de contrastes

Trata-se de um assado de vegetais à base de alho-porro. No que toca à carne, não deixe de provar o Qofte Të Fërguara, um género de almôndegas fritas absolutamente deliciosas. As bebidas mais populares são cerveja, vinho e raki, um brandy tradicional feito com sumo de amoras e servido como aperitivo ou em ocasiões especiais.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Albânia.

< >

Partilhar Artigo

Top