O arquipélago Quirimbas, em Moçambique, é um dos últimos paraísos na terra

O arquipélago Quirimbas, em Moçambique, é um dos últimos paraísos na terra

O arquipélago Quirimbas, em Moçambique, é um dos últimos paraísos na terra

Artigo de André Cruz Martins

Localizado na costa norte de Moçambique, o arquipélago Quirimbas é uma das regiões mais remotas e intocadas do mundo. Abrange 27 ilhas, numa área total de 250 quilómetros, num cenário paradisíaco. A grande maioria das ilhas não são habitadas. As exceções são Ibo, Medjumbe, Matemo e Vamizi, onde vai encontrar resorts de luxo para umas férias inesquecíveis. Aconselhamos vivamente que escolha Ibo, onde para além de praia e descanso vai poder ter contacto com cultura e arquitetura únicas.

As fantásticas praias e a Ilha do Ibo

As praias em Quirimbas são magníficas. Para além de extensos areais, destacam-se pela água morna, com temperatura habitualmente em redor dos 28 graus. O mar abriga corais, recifes e muitas espécies de peixes. Para além de poder descansar na praia, pode efetuar viagens de barco, excursões para pescar e cruzeiros ao pôr-do-sol.

Leia ainda: Moçambique, o país da marrabenta e da capulana

A ilha do Ibo tem dez quilómetros de comprimento por cinco de largura. A colonização portuguesa ainda é bem visível em várias construções como fortes e igrejas. A fortaleza de São João Baptista é uma das principais atrações turísticas da ilha. Foi erguido em 1791 e a capela no seu interior, sob a invocação de São João Baptista, padroeiro da ilha, foi consagrada em 1795.

Os visitantes podem observar a capela, a sala de interrogatório (onde se lia numa das paredes a inscrição “entra vivo, sai morto”) e a cozinha. Para ficar alojado no Ibo com todo o conforto, nada melhor do que o Ibo Lodge, antiga residência do governador e que foi transformado num hotel de luxo.

O Parque Nacional Quirimbas

O Parque Nacional Quirimbas é paragem obrigatória numa viagem ao arquipélago. Abrange 11 das ilhas do sul, num total de 7500 quilómetros quadrados e proporciona caminhadas em comunhão com a natureza. Nesta reserva marinha também vai poder fazer mergulho e snorkel, dando de caras com espécies como o tubarão-baleia a baleia jubarte.

Veja também: Botsuana, o país dos melhores safaris do mundo e do deserto interminável

As principais espécies protegidas incluem grandes mamíferos, tanto terrestres, como marinhos, como o elefante e o dugongo. Este parque tem o objetivo de proteger os recifes de coral que rodeiam várias das ilhas e também os mangais, especialmente o da ilha do Ibo, localizada perto de um importante centro urbano. E ainda a floresta de Miombo, no continente, habitat com muita fauna.

A deliciosa gastronomia local

Nos resorts do arquipélago tem acesso a variada comida internacional. No entanto, caso deseje aventuar-se pelos sabores da comida local, não deixe de experimentar pratos como caril de frango com arroz de coco, sopa de m’kasa (feita com legumes e com moluscos) e, principalmente, matapa de siri. Este último é uma verdadeira delícia, sendo feito com folhas da mandioca, cozinhadas num molho à base de amendoim pilado e leite-de-coco. É ainda temperado com um marisco, que pode ser camarão ou caranguejo.

Percorra a galeria e veja mais fotos do arquipélago Quirimbas.

< >

Partilhar Artigo

Top