Catânia, a joia da Sicília que tem uma enorme capacidade de se reinventar

Catânia, a joia da Sicília que tem uma enorme capacidade de se reinventar

Catânia, a joia da Sicília que tem uma enorme capacidade de se reinventar

Artigo de André Cruz Martins

Catânia é uma histórica cidade portuária na região da Sicília, em Itália. Localiza-se no leste da ilha, junto do famoso monte Etna e tem uma história muito antiga, tendo sido fundada no século VII a.C. Catânia é conhecida por ter dos melhores exemplos do barroco siciliano, o que a levou a que o seu centro histórico fosse distinguido como Património Mundial da UNESCO.

Uma das suas principais características é a incrível capacidade de se reinventar: foi destruída várias vezes por terremotos, erupções (fica muito perto do famoso vulcão Etna) ou invasões, mas conseguiu sempre reconstruir-se. E hoje em dia, é sem dúvida uma das mais belas cidades italianas.

Pelo centro histórico

Catânia tem um centro histórico bastante interessante. O ponto de partida para começar a explorá-lo é a Piazza del Duomo. No centro da praça fica a mítica Fonte do Elefante, construída em 1737, mesmo em frente à catedral de Santa Ágata. Em cima do elefante encontra-se um obelisco com mais de 3 metros de altura. De acordo com a lenta, o elefante protege a cidade das erupções do vulcão Etna.

Leia ainda: Bérgamo, a cidade medieval no norte de Itália que é um paraíso para quem gosta de doces

Na Piazza del Duomo encontram-se majestosas construções do barroco siciliano, como por exemplo o edifício da Câmara Municipal, o Palácio Chierici e a já mencionada catedral de Santa Ágata. Todos estes edifícios foram construídos por Giovanni Battista Vaccarini, famoso arquiteto natural da cidade.

Dois mercados e a rua das compras

Uma das atrações mais famosas da cidade é o La Pescheria, um mercado de peixe que é uma explosão de sons e odores. É deste mercado que saem os peixes que vão ser servidos nos restaurantes locais. Existe ainda um mercado de queijos, que funciona todos os dias de manhã. Afinal de contas, a Sicília tem fama e proveito de ser uma região com queijos magníficos.

Veja também: Monte Isola, uma pérola italiana escondida no meio de um lago

E se gosta de fazer compras, vai ficar deliciado com a Via Etna. Esta enorme avenida com 3 quilómetros de comprimento é a principal rua comercial de Catânia e destaca-se pela grande quantidade de lojas. E mesmo se não apreciar compras, é bem capaz de gostar de passear pela avenida e observar o vaivém constante de pessoas. Ou simplesmente parar num dos vários cafés para um capuccino, um gelado ou uma bebida fresca.

O vulcão Etna

O vulcão Etna, Património Mundial da UNESCO, fica a apenas 30 quilómetros do centro de Catânia. Atinge 3339 metros de altura, sendo o monte mais alto da Itália. É ainda o vulcão mais ativo da Europa e o quinto mais ativo do mundo. A última erupção ocorreu no dia 28 de fevereiro de 2017. De resto, o nome Etna signfica “aquele que queima violentamente”.

É possível visitar o vulcão, que fica no parque regional Parco dell’Etna. A visita pode ser feita a título individual ou através de excursões. O acesso é livre até às primeiras crateras, mas a subida até à cratera central só pode ser feita de teleférico e com guias.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Catânia.

< >

Partilhar Artigo

Top