Costa Rica: animais exóticos, praias deslumbrantes e vulcões imponentes

Costa Rica: animais exóticos, praias deslumbrantes e vulcões imponentes

Costa Rica: animais exóticos, praias deslumbrantes e vulcões imponentes

Artigo de André Cruz Martins

Dez dias para explorar a Costa Rica pode parecer pouco e certamente que muito vai ficar por descobrir. Ainda assim, caso siga o nosso roteiro, vai descobrir algumas das principais atrações deste país da América Central com cerca de 5 milhões de habitantes.

A Costa Rica tem uma boa variedade de atrações espalhadas pelo seu território, que abrange as costas do Pacífico e do Caribe. No entanto, existe uma dificuldade, que é o facto do seu sistema de transportes estar muito pouco desenvolvido. A melhor opção será alugar um carro.

Conheça Punta Cana, o destino paradisíaco que atrai milhões de turistas

Leia ainda: 5 capitais europeias onde pode fazer muita coisa à borla

Nestes dez dias vai conseguir ver paisagens deslumbrantes, observar animais no seu habitat natural e visitar parques naturais e praias maravilhosas. E ainda estar muito perto de vulcões em atividade.

Caso siga o nosso roteiro, vai descobrir algumas das principais atrações da Costa Rica

Dia 1: San José

Não há muito a fazer em San José, mas na área metropolitana da capital encontra-se o imperdível Vulcão Poás, que ainda está ativo. Localizado em Alajuela, onde também fica o aeroporto internacional, atinge os 2.708 metros de altitude. Possui duas crateras, a principal com 1.5 km de diâmetro e 300 de profundidade.

Nos dias de hoje, o vulcão emite grande quantidade de gases e vapor de água das diferentes fumarolas que estão localizadas no cone interior da cratera. Para aceder a um local próximo do vulcão e tirar fotografias, tem de entrar no Parque Nacional. Aproveite as raras oportunidades em que as nuvens deixam as crateras abertas.

Na área metropolitana da capital encontra-se o imperdível Vulcão Poás

Dias 2 e 3: San José/La Fortuna

De San José a La Fortuna são três horas de autocarro e é nos arredores desta última cidade que fica o famoso vulcão Arenal. Encontra-se ativo, mas pode chegar bem perto dele, pois a 2 km está um Observatório com vista privilegiada para esta beleza natural.

La Fortuna também é conhecida pelas águas termais quentes, que são disponibilizadas por vários hotéis. Pode ainda optar por fazer um trilho no Cerro Chato, o vulcão “irmão” do Arenal e que não está em atividade. São 4 km para chegar ao topo do vulcão e mais 4 km para regressar.

La Fortuna também é conhecida pelas águas termais quentes

Dia 4: Parque Nacional Vulcão Tenorio

Ao quarto dia, dirija-se para o Parque Nacional Vulcão Tenorio, perto de La Fortuna. Está localizado na Cordilheira Vulcânica de Guanacaste e sua altitude máxima é de 1916 metros. Neste parque existe uma enorme variedade de plantas, destacando-se palmeiras, samambaias, bromélias e orquídeas.

Também não faltam espécies animais como macacos caras brancas e tamanduás, macacos uivantes, pumas e antas. Isto para além da diversidade incrível de aves. O Parque Nacional Vulcão Tenorio tem ainda águas termais, onde se pode banhar enquanto contempla a magnífica paisagem envolvente.

Dia 5 e 6: La Fortuna-Parque Nacional Manuel António

É tempo de viajar rumo à cidade de Quepos, no litoral do Pacífico, onde se encontra o fantástico Parque Nacional Manuel Antonio. Prepara-se porque são cerca de quatro horas e meia de viagem. O Parque Nacional Manuel António é um dos parques naturais mais conhecidos na Costa Rica e costuma atrair bastantes turistas. Possui praia com água morna e uma grande diversidade de animais. Em 2011, a revista Forbes incluiu-o entre os 12 parques mais bonitos do mundo.

O Parque Nacional Manuel António é um dos parques naturais mais conhecidos na Costa Rica

Dia 7 – Manuel Antonio

Há muito para fazer em Manuel António. O parque é tão grande que pode voltar a explorá-lo neste segundo dia, mas também pode optar por ir à praia, fazer caminhadas em trilhos ou banhar-se em cachoeiras.

Dias 8 e 9 – Manuel Antonio-Puerto Viejo

Prepara-se para oito horas de viagem em direção a Puerto Viejo, na costa do Caribe e que quase faz fronteira com o Panamá. É uma cidade “cool”, com muito surf e ritmos de reggae que ecoa a todo a hora dos bares de praia.

Para além da praia, aqui não faltam pitorescas lojas de artesanato e de roupa, bem como restaurantes de comida local e internacional. É ainda possível visitar comunidades indígenas que vivem ali bem perto, havendo várias empresas que organizam essas atividades.

Dia 10 – Cahuita

Para terminar a sua viagem pela Costa Rica, visite a cidade de Cahuita, vizinha de Puerto Viejo. Aqui vai encontrar mais um fantástico Parque Natural, refúgio de recifes de corais e de uma grande diversidade de plantas e animais nativos. Pode ainda aproveitar as praias de areia branca e a água morna. O parque organiza atividades como snorkeling, mergulho e observação de espécies marinhas.

Percorra a galeria e veja mais fotos da Costa Rica.

  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
  • 10 dias entre vulcões, animais exóticos e praias deslumbrantes na Costa Rica
< >

Partilhar Artigo

Top