Everan, a capital da Arménia é o segredo mais bem guardado da antiga União Soviética

Everan, a capital da Arménia é o segredo mais bem guardado da antiga União Soviética

Everan, a capital da Arménia é o segredo mais bem guardado da antiga União Soviética

Artigo de André Cruz Martins

Erevan não é propriamente um destino turístico por excelência. Algo que até contribui para o encanto da capital da Arménia, uma das cidades habitadas mais antigas do mundo, desde 782 a.C. Está localizada entre os continentes europeu e asiático, ao longo do rio Hrazdan.

Erevan destaca-se pelos interessantes monumentos, museus grandiosos e parques aprazíveis. E como não poderia deixar de ser, pela influência soviética nas artes, em que o balé e ópera são os maiores exemplos. E se tiver sede enquanto passeia pelas ruas da capital, vai ficar feliz por saber que há fontes com água potável fresca espalhadas um pouco por toda a parte.

Um passeio pelo centro

O centro de Erevan pode facilmente ser percorrido a pé ao longo de uma manhã ou de uma tarde. E logo vai notar por que razão é conhecida como “cidade rosa”. Tal deve-se à cor das pedras com as quais foi construída. Local de passagem obrigatória é a Praça da República. É aqui que normalmente são organizadas cerimónias oficiais e militares. Antigamente, acolhia uma estátua de Lenine, que foi retirada quando a Arménia reconquistou a sua independência. O monumento foi substituído por um monitor de televisão de grande porte.

Leia ainda: Vilnius, a cidade barata cheia de história onde o turismo de massas ainda não chegou

Passe ainda pela Avenida Mashtots, onde se encontra a Opera House. Inaugurado em 1933, o edifício tem um grande valor arquitetónico. É composto por duas salas de concerto, que acolhem grandes espetáculos de ópera e balé. Duas artes que não poderiam deixar de ter grande importância num país de origem soviética.

Três fantásticos museus

Erevan distingue-se pela apreciável quantidade de excelentes museus. Um dos mais emblemáticos é o Museu do Genocídio Arménio, que tem entrada gratuita. Aqui é recordada a trágica matança de cerca de 2 milhões de arménios em 1915, por parte do Império Otomano.

Não pode também deixar de conhecer o Museu da História da Arménia, na Praça da República. Aqui é possível observar objetos que datam desde o período paleolítico até a proclamação da república na Arménia. Há muitos artefactos, carroças, quadros, estátuas e as primeiras notas e moedas.

Outro local que aconselhamos vivamente é o Museu Ararat, que fica mesmo em frente ao mítico monte com o mesmo nome. Este local está ligado ao grande dilúvio descrito na Bíblia e terá sido aqui que ficou encalhada a Arca de Noé. No museu pode descer a uma masmorra com uma profundidade de 7 metros. Não é aconselhável a pessoas facilmente impressionáveis.

Dois grandes parques a visitar

Um dos locais mais bonitos da capital da Arménia é o Erevan Cascade. Em pleno centro da cidade, este complexo tem vários jardins, fontes, esculturas ao ar livre e escadarias. Aqui pode respirar ar puro, passear e desfrutas de uma magnífica vista sobre toda a cidade. Na zona encontra-se ainda o Museu Cafesjian, que dispõe de uma grande variedade de exposições de arte contemporânea.

Veja também: B018, uma das melhores discotecas do mundo fica num bunker em Beirute

O Parque Vitória, na parte mais alta de Erevan, é outro local muito bonito para visitar. O nome é uma referência à participação da Arménia soviética na Segunda Guerra Mundial. Tem muitas árvores, um enorme lago artificial, parques para crianças e cafés. E daqui também desfrutará de uma incrível paisagem para o centro da cidade. No centro do parque encontra-se uma estátua da Mãe Arménia, que os “filhos” vítimas da guerra.

Percorra a galeria e veja mais imagens de Everan.

< >

Partilhar Artigo

Top