Glasgow, a cidade boémia com um toque de cultura

Glasgow, a cidade boémia com um toque de cultura

Glasgow, a cidade boémia com um toque de cultura

Artigo de André Cruz Martins

A cidade escocesa de Glasgow pode não ter a beleza medieval de Edimburgo, mas é sem dúvida um destino mais moderno e cosmopolita do que a capital. De resto, é a maior cidade do seu país e a terceira maior do Reino Unido. Aqui respira-se um ambiente boémio, a que não é alheio a enorme quantidade de pubs que se encontram espalhados um pouco por todo o lado. Mas também não faltam boas opções culturais, entre as quais o museu mais visitado no Reino Unido, se excluirmos Londres. Existem voos diretos de Faro para Glasgow. Desde Lisboa e do Porto, só existem opções com uma escala.

Dois pubs para conhecer

Não é exagero dizer-se que em Glasgow há um pub em cada esquina, mas vamos eleger dois dos mais originais. O The Belle é um dos dos pubs mais acolhedores do West End. Atrai uma clientela eclética, desde advogados e empresários de gravata, passando por estudantes e por hipsters. Este pub tradicional destaca-se por ter cervejas pouco vistas por estas paragens, como as americanas Anchor Steam e Brooklyn Lager e a portuguesa Sagres.

Leia ainda: Lyon, uma cidade com muita história e capital da gastronomia em França

Já o pub Bananamoon tem um estilo mais moderno. Muito bem localizado, na esquina na Great Western Road, é impossível tirar os olhos da fachada verde-clara com iluminação neon. No interior, até parece que estamos em Berlim, com painéis de madeira retrô e mesas vintage. As cervejas variam entre norueguesas, belgas e locais. E tem excelentes cocktails.

O museu mais conceituado e a Catedral de Glasgow

O Museu e Galeria de Arte de Kelvingrove é uma das mais conhecidas atrações culturais de Glasgow. É aliás, o museu mais visitado no Reino Unido fora de Londres. Está localizado na Argyle Street, no West End, nas margens do rio Kelvin e destaca-se por ser um edifício com grande imponência.

Tem uma das melhores coleções de armas e armaduras do mundo e uma secção muito valiosa de História Natural. A coleção de arte inclui muitas obras europeias de relevo, destacando-se os mestres impressionistas franceses, da Renascença Holandesa e Coloristas escoceses.

Veja também: O rio que parece um arco-íris é o mais bonito do mundo

A Catedral de Glasgow, na Castle Street, é outro dos ícones da cidade. Construída no século XII como igreja católica, hoje em dia é um templo presbiteriano. É propriedade da Coroa Britânica e destaca-se pela ampla dimensão e pelos belos vitrais. A igreja foi construída no local do túmulo de St Kentigern, o padroeiro de Glasgow, e marca o local de nascimento da cidade.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Glasgow.

< >

Partilhar Artigo

Top