Jamaica: O lugar da felicidade

Jamaica: O lugar da felicidade

Jamaica: O lugar da felicidade

Artigo de Redação

Conhecida pelo rum, pela filosofia rastafári, pela música de Bob Marley ou pelos resorts de luxo, que povoam os seus areais, a Jamaica é parte do arquipélago das Grandes Antilhas, nas Caraíbas, e possui uma vegetação exuberante, praias paradisíacas e um sem-número de atrações turísticas naturais. Montego Bay, Ocho Rios, Negril e Kingston são alguns dos nomes a reter quando preparar a sua viagem a este país, onde não faltam alegria, felicidade e muita cor.

Terra de bosques e águas, cativa tanto pela História como pelo verde das montanhas e pela beleza das suas praias. Depois de ter sido descoberta por Cristóvão Colombo, foi conquistada pelos ingleses em 1650, que a converteram numa colónia ativa e rica, chegando a ser conhecida como a «joia da coroa inglesa», obtendo a sua independência da Grã-Bretanha em 1962.

A imponente cordilheira Blue Mountains divide as costas norte e sul da ilha. A sul encontra-se Kingston, a capital, e Port Royal, antigo e célebre centro de pirataria. A norte, destacamos Montego Bay, a segunda cidade da ilha, Negril, Ocho Rios e Runaway Bay, cada uma com um encanto peculiar.

A ilha hippie do reggae

A Jamaica pode ser visitada durante todo o ano, contudo, os meses de Agosto, Setembro e Outubro são propícios a furacões. Grande parte dos turistas viaja no início de Agosto, altura em que acontecem os grandes festivais de reggae, como o SumFest e o Sunsplash, com programações que duram cerca de uma semana.

O reggae é um capítulo à parte. Trata-se de um ritmo musical conhecido mundialmente, uma síntese rítmica e melódica admirável, que sempre procurou mostrar mais brilho nos poemas simples e bem cantados; uma mistura de ideias libertárias e cenas de romance, salpicada de picardia de rua com rasgos empolgados de adoração religiosa. A partir de 1972, a música dos rapazes de cabelo comprido começou a conquistar o Mundo. Daí em diante, a Jamaica, que quase ninguém sabia onde ficava, tornou-se famosa.

O turismo é uma das maiores fontes de riqueza e, curiosiosamente, os jamaicanos cabeludos com rastas, outrora um problema para os agentes de turismo «venderem» o país, são hoje um cartão de visita da Jamaica.

Se desejar visitar outras cidades, o táxi pode ser uma sugestão a adotar, mas combine cuidadosamente o preço a pagar pela deslocação antes de a iniciar. Não deve sair da Jamaica sem comprar uma t-shirt inspirada no reggae e em Bob Marley.

Traga também uma garrafa de licor Tia Maria e, claro, um pouco de café das Blue Mountains.

Vale a pena conhecer:

Negril
Na ponta oeste da Jamaica encontra-se Negril, um dos mais importantes centros turísticos do país. Os que procuram relaxar, consegui-lo-ão nas suas praias, possivelmente as melhores da Jamaica. O privilegiado ambiente natural é ideal para a prática de muitas atividades, no mar ou em terra firme. Ao cair da noite, Negril e as suas praias enchem-se de festas, num ambiente tipicamente jamaicano.

Montego Bay
A exclusiva localidade de Mahoe Bay situa-se no norte da Jamaica, a poucos quilómetros de Montego Bay. Devido à sua localização geográfica privilegiada, é o lugar perfeito para descobrir os tesouros da região: Montego Bay e as festas de reggae; a baía de Glistening ou a área de Cockpit Country, bela e pouco explorada.

Ocho Rios
Ao ritmo do reggae, descobrirá culturas indígenas, cataratas espetaculares, parques naturais exuberantes e profundezas marinhas riquíssimas. As praias de águas límpidas, cobertas de palmeiras, são o lugar ideal para desfrutar da vivência jamaicana.

Uma lenda chamada Bob Marley
Robert Nesta Marley, mais conhecido como Bob Marley, nasceu a 6 de fevereiro de 1945, em S.ta Ann. Filho de Norval Marley, um militar branco inglês, e de Cedella Booker, uma adolescente negra oriunda do norte do país. Norval nunca chegou a casar com Cedella, mas ajudava-a financeiramente, assim como ao filho de ambos, apesar de raramente os visitar, pois estava constantemente em viagem. Após a sua morte, Bob Marley e a mãe mudaram-se para um bairro pobre em Kingston, onde o cantor era provocado pelos negros locais, por ser mulato e pela sua baixa estatura (1,63 metros).

Marley começou as suas experiências musicais, ficando conhecido e famoso pelo estilo reggae, cujo trabalho foi amplamente responsável pela aceitação cultural deste tipo de música fora da Jamaica. Ainda hoje gostamos de ouvir No Woman, No Cry, a canção com a qual, em 1975, ganhou fama internacional.

Um mês antes da sua morte, Bob Marley foi distinguido com a Ordem de Mérito jamaicana. Ele queria passar os seus últimos dias na terra natal, mas a doença agravou-se durante o voo de regresso da Alemanha e Marley teve de ser internado em Miami. Acabou por aí falecer no dia 11 de Maio de 1981, aos 36 anos. O seu funeral realizou-se na Jamaica e foi uma cerimónia digna de chefes de Estado, com elementos combinados da religião ortodoxa da Etiópia e do rastafári.

< >

Guia do viajante

Onde ir

Rick's Café
Nine Mile
Dunn's River Falls
Rio Negro

Onde comer

Ciao Jamaica
Toscanini Restaurant
Bushbar

Onde ficar

Gran Bahia Principe Runaway Bay
Hotel Breezes Rio Bueno
Hotel Half Moon
Gran Bahia Principe Runaway Bay
Hotel Breezes Rio Bueno
Hotel Half Moon
Rick's Café

Localizado na cidade de Negril, é um dos lugares que está mais na moda, sendo frequentado por famosos e todo o tipo de pessoas. Já foi um refúgio junto às falésias perto da praia, mas desde 1974 que se transformou num ícone jamaicano. Aqui, pode-se ouvir música reggae ou caribenha, enquanto se toma algo tropical, um café ou uma bebida e se aprecia um fabuloso pôr do Sol, o melhor da Jamaica. A sua localização é impressionante, já que se situa directamente sobre as falésias de Negril. É uma das atracções turísticas da ilha, porque os “saltadores” se reúnem junto às falésias para, depois de serem pagos pelos turistas, de lá se atirarem pelo precipício.

Nine Mile

Nine Mile é uma vila situada na paróquia de Saint Ann, no interior da Jamaica. Foi onde Bob Marley nasceu. Pode visitar o seu mausoléu e a casa onde o cantor veio ao mundo e viveu.

Dunn's River Falls

Trata-se das cataratas mais famosas da Jamaica. Estão situadas em Ocho Rios, cidade turística por excelência. As cascatas vão caindo em direcção ao mar de uma altura máxima de 180 metros. É um dos lugares de visita obrigatória para quem visita a Jamaica.

Rio Negro

Ideal para conhecer os mangueirais e o habitat natural de crocodilos e garças-de-patas-amarelas.

Ciao Jamaica
Toscanini Restaurant
Bushbar

Clima

O clima é tropical, existindo uma temporada de chuvas, que vai de Maio a Junho e de Setembro a Outubro. A temperatura média anual oscila entre os 23° e os 30° C na costa. Leve roupa ligeira de algodão ou linho, fato de banho, protector solar, repelente de mosquitos, etc.

Documentos

Passaporte em ordem, com vigência mínima de seis meses para cidadãos portugueses. As autoridades americanas obrigam a que, no momento da reserva dos voos, se indique os seguintes dados: nome completo (tal como aparece no passaporte) e data de nascimento. Sem esses dados, a reserva pode ser cancelada pela companhia aérea. Todos os viajantes do Programa de Isenção de Visto (entre os quais se encontra Portugal) serão obrigados a obter uma autorização de viagem electrónica, com pelo menos 72 horas de antecedência à viagem, através da Internet: https://esta.cbp.dhs.gov/

Outras Informações

Partilhar Artigo

Top