Liège, a bonita cidade belga onde o turismo de massas ainda não chegou

Liège, a bonita cidade belga onde o turismo de massas ainda não chegou

Liège, a bonita cidade belga onde o turismo de massas ainda não chegou

Artigo de Redação 27-09-2021

27-09-2021


Liège é a terceira maior cidade da Bélgica e a capital da região da Valónia. Está situada no centro-este do país, no Vale do Rio Meuse, perto da fronteira com a Holanda (Maastricht) e a Alemanha (Aachen). Não é um dos destinos turísticos primordiais do país, mas é difícil de perceber a razão, pois encanto não lhe falta. No entanto, isso acaba por ser positivo, pois podemos passear com tranquilidade pelas suas ruas, sem uma multidão a importunar-nos.

A estação com ambiente futurista e o centro histórico

Se chegar à cidade de comboio vai ficar maravilhado com a Gare Liège Guillemins, uma estação em estilo futurista. Depois de deixar as malas no hotel, pode começar por explorar o bonito centro histórico. Um dos locais incontornáveis é a Rua Féronstrée, que se estende entre a Praça do Mercado e a Igreja de São Bartolomeu. Este templo religioso foi fundado no século XI e já foi considerado uma das Sete maravilhas da Bélgica.

Leia ainda: As razões que fazem de Dinant uma das cidades a não perder na Bélgica

Enquanto caminha pelo centro pode observar os edifícios da Idade Média, em bom estado de conservação. E não deixe de visitar o Museu de Arte Valão. Grandes artistas valões como Joachim Patinir, Henri Blès, Lambert Lombard e Jean Delcour têm aqui as suas obras expostas. Passe ainda por Féronstrée, uma grande rua, ideal para fazer compras.

O enorme mercado e a vida noturna

Liège acolhe o famoso mercado La Batte, o maior e mais antigo na Bélgica. Ao longo de 1 quilómetro não faltam barracas que vendem frutas, queijos, roupas, flores e produtos locais. Funciona todos os domingos, proporcionando ainda mais vida à cidade. A cidade acolhe ainda muitos estudantes universitários, muitos dos quais estrangeiros. Não falta por isso muita animação noturna. Boa parte dos bares e discotecas encontra-se em redor da Praça do mercado (Place du Marché).

O melhor da gastronomia

Liège á uma cidade com gastronomia muito simples mas deliciosa. Como em qualquer outro destino belga, pode experimentar os mexilhões com batatas fritas. De preferência, acompanhados por uma refrescante cerveja nacional. Muitos restaurantes servem o “chicons au gratin”. É feito com batata gratinada, molho béchamel e queijo.

Veja também: Bruges, a cidade com traços medievais que é conhecida pelos canais, cerveja e chocolate

Prove ainda a torta belga de arroz, à venda em qualquer café. É uma mistura de creme de arroz, leite e ovo. E todos os quiosques que vendem comida “fast food” têm o tradicional frituur. São pratos como hambúrgueres, almôndegas, salsichas e frango frito, normalmente servidos com batatas fritas.

Partilhar Artigo