Londres, onde tudo existe, tudo acontece e tudo é possível

Londres, onde tudo existe, tudo acontece e tudo é possível

Londres, onde tudo existe, tudo acontece e tudo é possível

Artigo de Redação

A capital do Reino Unido é uma das maiores cidades da Europa e a mais visitada do Mundo, um dos pontos de referência histórica e cultural. Londres é uma cidade mágica, onde tudo existe, tudo acontece, tudo é possível, é única.

< >

Os ingleses são um povo simpático e tolerante: fazem a sua vida e não se metem na do próximo. Londres deve ser a única cidade do Mundo em que se decidir sair para a rua de pijama, pantufas e touca de dormir à antiga, ninguém olha, ninguém repara…

A cidade é também um paraíso de cultura, com mais de 200 museus e quatro áreas classificadas como Património Mundial, uma cidade impressionante, na qual passar umas férias é sinónimo de diversão, passeios incríveis e, sobretudo, de numerosas coisas para ver, visitar e fazer.

Com mais de sete milhões e meio de habitantes e uma área de cerca de 1700 km2, esta grande metrópole distingue-se ainda pela sua extraordinária diversidade étnica: nela são falados mais de duzentos idiomas e mais de 30 por cento da população é composta por imigrantes de primeira, segunda e terceira gerações.

Apesar da grandiosidade da capital britânica, qualquer visitante poderá absorver num só dia muitos dos seus principais pontos de interesse, pois ficam tão próximos uns dos outros que pode-se deslocar a pé para os visitar. Terminadas as visitas, delicie-se com um espetáculo no West End e, em seguida, deixe-se levar pela lendária vida noturna da cidade.

Vá ao teatro

Se coloca a cultura à frente da diversão, o panorama teatral londrino não tem rival em toda a Europa. Os bilhetes podem ser caros, mas pode conseguir descontos no próprio dia de atuação na bilheteira TKTS, em Leicester Square. Em todo o caso, compensa perder um pouco de seu tempo a comparar preços.

Curiosidades

O metro de Londres é uma experiência imperdível. É o mais antigo do Mundo – a sua primeira linha foi construída em 1863, transporta mais de dois milhões de passageiros por dia, é antigo, as estações não são muito bonitas, mas funcionam. O seu nome oficial é Underground, mas todos se referem a ele como “tube”, pois o formato dos túneis lembra um túnel, ou tubo.

No metro londrino as linhas não têm números, como na maioria das outras cidades, e sim nomes: Linha Bakerloo, Central, Circle, Northern, Picadilly, District, etc., cada uma representada por uma cor diferente. O passe da Oyster também é válido neste meio de transporte.

< >

Guia do viajante

Onde ir

Big Ben
Tate Modern
Tower Bridge
Number 10 Downing Street
London Eye
Covent Garden
British Museum
Notting Hill
Piccadilly Circus
Camden Town
Trafalgar Square
St. James’s Park, Hyde Park e o Regent’s Park
Bond Street
Abadia de Westminster
Shakespeare Globe Theatre
Palácio de Buckingham
Admiralty Arch
Saint Paul’s Cathedral

Onde comer

Petrus
The Ledbury
Le Gavroche
Yoobi
Restaurant Gordon Ramsay
Meze Mangal
Goodman
Sapori Sardi
Regency Cafe
Soho Joe

Onde ficar

Hotel 41
The Milestone Hotel and Residences
The Levin
Egerton House Hotel
Corinthia Hotel London
Hilton London Tower Bridge,
51 Buckingham Gate, Taj Suites and Residences,
The Montague on The Gardens
Sofitel London St. James
Covent Garden Hotel
The Hide London

Clima

Documentos

Outras Informações

Partilhar Artigo

Top