Normandia, das paisagens de sonho, à gastronomia fantástica e sem esquecer as praias históricas

Normandia, das paisagens de sonho, à gastronomia fantástica e sem esquecer as praias históricas

Normandia, das paisagens de sonho, à gastronomia fantástica e sem esquecer as praias históricas

Artigo de André Cruz Martins 02-08-2020

02-08-2020


A Normandia é uma região no noroeste de França com inúmeros motivos de interesse. A história muito rica, as belas paisagens com falésias e a excelente gastronomia são o seu cartão de visita. E ainda há magníficas praias onde pode relaxar e muitas ligações à arte, em especial ao Impressionismo. O ideal é alugar um carro e partir à descoberta desta magnífica parte de França e ir parando em pontos estratégicos. Há seis zonas que não pode mesmo perder, como vai perceber pelo roteiro que preparámos para si.

Giverny

Giverny é uma comuna que fica a apenas 70 quilómetros de Paris. É lá que se encontra a Fundação Claude Monet, em honra do famoso piloto francês, mestre do Impressionismo. Este local foi a casa do pintor durante 43 anos e lá podemos admirar as suas coleções.

Aqui destaca-se ainda o Jardim da Água, onde Monet pintou o seu famoso quadro “Lírios de Água”. De referir que este artista era também um exímio jardineiro. A pequena ponte, as árvores verdes e o bambu recordam o seu amor pelo Japão. Em Giverny visite ainda o Museu dos Impressionistas, mesmo ao lado da Fundação Claude Monet, que conta a história desse movimento artístico.

Mont Saint-Michel

O Mont Saint-Michel é uma ilha rochosa na foz do Rio Couesnon, onde foi construída uma abadia e santuário em homenagem ao arcanjo São Miguel. O famoso claustro da Abadia é admirável, com as suas colunas e arcos góticos. No interior da construção destaca-se a Sala dos Cavaleiros, onde os monges estudavam, a Sala dos Hóspedes, que recebia convidados ilustres e a Cripta de Notre-Dame-des-Trente-Cierges, o refeitório dos monges.

Leia ainda: Zanzibar: o guia perfeito para passar umas férias de sonho

Enquanto caminha, vai também passando por fantásticos salões e câmaras escuras, que conservam a estrutura original da Idade Média. No interior das muralhas, pode visitar alguns museus,, como a Casa de Tiphaine, construída em 1365 pelo chefe do exército francês para a sua esposa Tiphaine, o Museu do Mar e da Ecologia e o Museu Histórico.

Honfleur

A 200 quilómetros de Paris, Honfleur é uma cidade portuária cuja origem remonta ao século XI, que foi de grande importância comercial na época para a rota Rouen-Inglaterra. Foi daqui que partiram as grandes navegações francesas em direção à América.

Esta cidade também está ligada ao Impressionismo, obviamente com grande influência das suas fantásticas paisagens. Eugène Boudain, um dos grandes artistas deste movimento, viveu longos anos em Honfleur. Para conhecer a história do Impressionismo, visite o museu Eugène Boudain e admire trabalhos de artistas como Monet, Boudain, Courbet, Dubourg e Dufy.

Étretat

Étretat é uma das mais bonitas cidades de França, sendo conhecida pelas suas falésias brancas, que contrastam de forma perfeita com o mar. É possível percorrer trilhos demarcados nestas falésias, enquanto se observa uma paisagem deslumbrante. Boidin e Monet passaram temporadas em Étretat e retrataram a região nas suas obras. Esta pequena cidade de pescadores é também conhecida por ter as melhores ostras de França.

Deauville e Trouville sur-Mer

Separadas por um rio, as pequenas cidades de Deauville e Trouville sur-Mer estão ligadas por uma pequena ponte que demora três minutos a atravessar a pé. Deauville é esencialmente conhecida pela sua praia exclusiva com toldos coloridos e pelo calçadão onde costumam “desfilar” conhecidas personalidades francesas e internacionais. Destacam-se também as lojas de luxo de grandes marcas, acessíveis apenas a bolsas abastadas. E também restaurantes de alguns dos melhores chefs franceses, nos quais o marisco é a estrela da companhia.

Veja também: 7 razões para conhecer Kerala, o paraíso escondido no extremo sudoeste da Índia

Trouville sur-Mer, outra pequena cidade, está a dois passos de Deauville mas é menos pomposa e elitista. Tem um dos portos mais famosos de França, sendo conhecida pelos excelentes restaurantes de peixe e de marisco. Os barcos aportam no grande mercado de peixe, chamado La Poissonneríe e os produtos seguem diretamente para as bancas. Ali mesmo, em mesas espalhadas pela rua, os visitantes podem desfrutar destas delícias. Tal como a cidade vizinha, Trouville sur-Mer tem uma excelente praia e destaca-se ainda pelo grande casino.

Praias do Desembarque

6 de junho de 1944 ficou conhecido pelo Dia D, a invasão das forças dos Estados Unidos, Reino Unido, França e aliados na França ocupada pelos alemães na Segunda Guerra Mundial. Mais de 150 mil soldados chegaram por mar às atualmente chamadas Praias do Desembarque, na costa da Normandia.

São cinco as praias do Desembarque: Utah, Omaha, Gold, Juno e Sword. A mais conhecida é a de Ohama, pois foi lá que se desenrolou o mais sangrento combate no desembarque. É nesta praia que se encontra o Cemitério Militar Americano. À entrada, está um acervo descritivo do desembarque, com testemunhos dos soldados em textos, fotos, filmes e objetos da época. Destaca-se ainda o Memorial da Praia Omaha, uma enorme escultura na praia que homenageia os soldados.

Percorra a galeria e veja mais fotos da Normandia.

< >

Partilhar Artigo

Top