Quirguistão, a Suíça da Ásia espera por si

Quirguistão, a Suíça da Ásia espera por si

Quirguistão, a Suíça da Ásia espera por si

Artigo de André Cruz Martins

Quirguistão, na Ásia Central, não é propriamente dos destinos turísticos mais falados. No entanto, este país que outrora fez parte dos impérios soviético, mongol e turco-otomano destaca-se pelas belezas naturais. Rodeado por montanhas e lagos e atravessado pela “Rota da Seda”, possui fantásticas paisagens, sendo conhecido como a “Suíça da Ásia”.

Leia ainda: Minsk, uma cidade que preserva a arte como poucas e que “enlouquece” quando a noite cai

Adicionalmente, é possível admirar atrações culturais muito interessantes neste país que faz fronteira com o Cazaquistão, China, Uzbequistão e Tajiquistão. A primeira pergunta que muitos farão é: “Como chegar ao Quirguistão desde Portugal?”. Há voos de Lisboa para a capital Bishkek. Conte no entanto com 13 horas de viagem, na melhor das hipóteses.

A capital Bishkek

Apesar de lá viverem cerca de 1 milhão de habitantes, a capital Bishek destaca-se pela pacatez. Um dia é suficiente para visitar os principais pontos turísticos e a pé, pois quase todos ficam no centro. Aliás, quando nos afastamos do centro da capital Bishkek, parece que estamos numa cidade rural. A praça Ala Too é a zona mais turística, valendo a pena apreciar os monumentos de guerra e os grandes prédios soviéticos.

Veja também: O melhor de Kiev, a capital da Ucrânia que é um poço de história e cultura

Visite ainda o Museu de História, O Museu Nacional das Artes e a Praça da Vitória, onde é possível encontrar várias referências a Manas, o mitológico herói guerreiro e poeta do Quirguistão. Não deixe ainda de fazer compras no Osh Bazaar, um gigantesco mercado ao ar livre onde se vendem todo o tipo de produtos.

As montanhas para fazer trekking

Existem muitas montanhas no Quirguistão, ideais para fazer trekking. Uma das melhores zonas para esta atividade é Karakol, na região de Issyk-Kul. Há caminhadas de “apenas” um dia, mas também se pode aventurar por uma semana inteira. E para além de caminhar, há alguns percursos que podem ser feitos a cavalo.

Passe uma noite numa yurt

Experiência imperdível no Quirguistão é passar (pelo menos) uma noite numa yurt. Tratam-se de cabanas circulares usada tradicionalmente pelos pastores nómadas quirguizes, mongóis e cazaques. Possuem uma estrutura interna de madeira e o teto raramente ultrapassa a altura de um homem. Há inúmeros alojamentos espalhados pelo país que permitem este género de experiência.

A comida típica

Come-se bem no Quirguistão. Ao pequeno-almoço ou ao lanche, prove o Kattama, um pão folhado. A Gupka é um género de pizza que leva sempre requeijão, misturado com outros ingredientes que vão variando. Existem inúmeras opções de kebabs e muitos chás, a bebida principal às refeições. E tenha cuidado com a vodka nacional, que os locais dizem ser melhor e mais forte do que a russa.

Percorra a galeria e veja mais fotos do Quirguistão.

< >

Partilhar Artigo

Top