Riga combina história, cultura e modernidade e até tem praia

Riga combina história, cultura e modernidade e até tem praia

Riga combina história, cultura e modernidade e até tem praia

Artigo de André Cruz Martins

Riga, capital da Letónia é muito possivelmente a mais cosmopolita cidade dos estados bálticos. Constitui-se como uma excelente combinação de história, cultura e modernidade. No centro histórico, as estreitas ruelas escondem muitos encantos e convidam a passeios tranquilos. Riga possui ainda o aliciante de ser uma cidade barata e de ainda não ter um turismo de massas. Saiba quais são as principais atrações deste bonito destino.

Explore a Cidade Velha

Riga cresceu a partir das margens do Rio Daugava. O seu núcleo central é a chamada cidade velha, que preserva características medievais e onde a influência soviética continua visível. Enquanto caminhamos pelas ruas estreitas, passamos por edifícios bem preservados.

Leia ainda: Kotor, a deslumbrante cidade no Montenegro que é Património Histórico da Humanidade

A melhor forma de começar a explorar Riga é a partir da Praça da Cidade, o ponto mais central. É aqui que fica a Casa dos Cabeças Negros, construída no século XIV e que era a sede da irmandade com o mesmo nome. O edifício foi destruído pelas bombas alemãs na Segunda Guerra Mundial. Acabou por ser reconstruído entre 1995 e 1999 e hoje acolhe um museu. Mesmo ali ao lado fica a Igreja de São Pedro, construída em 1209 como uma igreja para o povo. Foi alargada no começo do século XV e a torre atual foi concluída em 1746. A sua última restauração ocorreu em 1973.

A torre já foi atingida por raios seis vezes, tendo desmoronado em duas dessas ocasiões (em 1666 e em 1721). Antes da Segunda Guerra Mundial era o mais alto edifício de madeira na Europa. Existe um elevador que conduz ao seu topo (70 metros de altura), de onde se tem uma das melhores vistas sobre a cidade.

O “Palácio de Versalhes Báltico” e o castelo

Em Riga podemos encontrar o Palácio Rundale, conhecido como “Palácio de Versalhes Báltico”, devido ao seu luxo e ostentação. O magnífico edifício foi desenhado por Francesco Rastrelli nos estilos Rococó e Barroco. No interior destaca-se uma coleção de esculturas e quadros do século XVIII e peças que remetem para o passado do país. Existe ainda um bonito jardim.

Veja também: Montenegro, a república que tem montanhas gigantes

Outro local a visitar é o castelo de Riga, no centro da cidade. Construído no século XIV, foi várias vezes destruído e reconstruído. Em 1922, tornou-se residência oficial do presidente da Letónia. Lá dentro podemos encontrar vários museus.

Também há praia em Riga

Nos arredores de Riga também há praia. Ou melhor, duas praias, a Vecaki e a Vakarbulli. A primeira, de pequena dimensão, é uma antiga vila de pescadores e o mar desagua no rio Daugava. A segunda, um pouco maior, destaca-se pelos equipamentos desportivos, possuindo campos de basquetebol, de futebol e de vólei de praia. Existe também um parque infantil. De referir que a apenas meia-hora de Riga fica Jurmala, um dos principais destinos de verão dos letões. Aqui a praia é rodeada de pinheiros, num cenário natural muito bonito.

Percorra a galeria e veja mais fotos da cidade de Riga.

< >

Partilhar Artigo

Top