Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro

Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro

Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro

Artigo de André Cruz Martins

Conhecido como Cidade Maravilhosa, devido às suas belezas naturais, o Rio de Janeiro é o maior destino turístico no Brasil. É aliás o destino mais visitado em toda a América Latina e no Hemisfério Sul. No Rio, as praias fantásticas misturam-se com montanhas majestosas. A cidade proporciona vistas fantásticas dos mais variados ângulos e também oferece uma vida cultural diversificada.

  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
< >

Existem voos diretos de Lisboa e do Porto para o Rio de Janeiro a partir de 600 euros (ida e volta), com cerca de 10 horas de duração. Preparámos um roteiro de três dias para viajantes que se estreiam na Cidade Maravilhosa.

As praias de Copacabana e Ipanema

Dedique o seu primeiro dia na cidade para conhecer as praias mais famosas do Rio, nomeadamente Copacabana, Arpoador, Ipanema e Leblon. Uma das melhores maneiras de percorrer o trajeto é alugar uma bicicleta, aproveitando as excelentes ciclovias.

Certamente que já ouviu falar do famoso bairro de Copacabana, conhecido pelo seu calçadão de pedras portuguesas e pela sua praia, que tem a alcunha de Princesinha do Mar, como canta Tom Jobim. É uma praia que agrada a todo o tipo de público e existem vários quiosques e muitas pessoas a praticar desportos.

Leia ainda: As razões que fazem de Elba e Capraia as ilhas a visitar na Toscana

A Praia de Ipanema estende-se por três quilómetros de areias finas. Inspirou a célebre canção “Garota de Ipanema”, igualmente de Tom Jobim, e é uma praia muito associada ao culto do corpo. É a praia preferida de muitos jovens do Rio e da comunidade homossexual, que se reúne em redor das bandeiras com arco-íris. Há muitas cadeiras e guarda-sóis para alugar e pode pedir uma água de coco, uma caipirinha, um mate ou um globo, os famosos bolinhos de camarão.

Arpoador e Leblon

Extensão da Praia de Ipanema, com acesso pelo calçadão, a Praia do Arpoador é muito frequentada por surfistas e é conhecida por ser um magnífico palco para apreciar o pôr do sol. Se subir até ao cimo da Pedra do Arpoador tem uma vista magnífica para as praias de Ipanema e de Leblon e ainda do Morro Dois Irmãos.

A Praia do Leblon está localizada no bairro com o mesmo nome, na zona sul, um dos mais nobres da cidade. É conhecida como a praia das celebridades e tem um ambiente familiar, ideal para famílias com crianças pequenas.

Jantar no Bibi Sucos

Termine este primeiro dia com um jantar num Bibi Sucos, cadeia com 12 restaurantes espalhados pela cidade. Nestes restaurantes existem mais de 40 variedades de sumos e hambúrgueres deliciosos, para além de muitas saladas e outras sandes.

Cristo Redentor e Pão de Açúcar

Inicie o segundo dia com uma visita ao Cristo Redentor. Situado 700 metros acima do nível do mar, proporciona a melhor vista do Rio de Janeiro, nomeadamente da Baía de Guanabara e do Pão de Acúcar. Dando a volta ao miradouro, avista-se a Lagoa, as praias de Ipanema e Leblon, a Pedra da Gávea e a Zona Norte, onde podemos observar o estádio do Maracanã.

Pode ainda subir à própria estátua do Cristo Redentor, que tem 30 metros de altura. Ao contrário do pandemónio que se verificava antigamente, desde há alguns anos a subida a este monumento está muito bem organizada.

Depois do Cristo Redentor, é tempo de partir para o Pão de Açúcar. Sobe-se de teleférico até ao topo do Pão de Açúcar, que fica cerca de 400 metros acima do nível do mar. Do seu topo tem-se uma vista magnífica, que inclui a enseada de Botafogo, a orla de Copacabana e a entrada da Baía de Guanabara. No verão, o palco localizado no alto do Morro acolhe concertos e outros eventos noturnos.

Pelo Bairro de Santa Teresa

Ao regressar da visita ao Pão de Açúcar, passe pelo bairro de Santa Teresa. Passeie enquanto observa as suas casas antigas, palacetes e ruas estreitas com lojas interessantes. E não deixe de andar no famoso “bondinho”, que leva os turistas pela ladeira acima.

De seguida, desloque-se até à Catedral Metropolitana do Rio, que apresenta um formato diferente das igrejas católicas tradicionais, pois possui uma forma redonda e afunila em direção ao céu. Destaca-se pela cruz no teto do templo, feita em material transparente. É tão grande que tem capacidade para cerca de 20 mil pessoas de pé e cinco mil lugares sentados.

Lapa, a melhor zona boémia

É hora do jantar, a altura ideal para partir em direção à Lapa, a principal região boémia do Rio de Janeiro. Se está à procura de um restaurante com comida tradicional, opte pelo Bar do Lopes. É um boteco simples, com atendimento no balcão e em mesas na calçada, principalmente frequentado por locais.

Veja também: Fuerteventura, a “ilha da tranquilidade” onde o sol é mágico 

Depois do jantar, divirta-se nos bares da Lapa. Aconselhamos o Lapa 40 Graus, um grande espaço com quatro andares e quatro bares e onde há bandas de música ao vivo todas as noites, (geralmente de pop/rock). Passe ainda pelo Rio Scenarium, que foi eleito pelo jornal inglês “The Guardian” um dos 10 melhores bares do mundo. Encontra-se num casarão do século XIX e pode ouvir e dançar samba tradicional, chorinho e MPB.

O incrível Jardim Botânico

O terceiro dia começa com uma visita ao Jardim Botânico, ideal para visitar com crianças, namorar, fazer longas caminhadas e até para tirar fotos e ver o Cristo Redentor de um ângulo diferente. São 540 mil metros quadrados de área cultivada aberta a visitantes, e mais de 3400 espécies de plantas, de todo o mundo. A mais conhecida é a palmeira imperial, que pode atingir uma altura de um prédio de 15 andares.

Depois rume até Lagoa Rodrigo de Freitas e dê um passeio ao longo do seu calçadão com oito quilómetros de comprimento. Aproveite para almoçar num dos restaurantes mais famosos da zona, o Palaphita Kitch, conhecido pela comida tradicional e pelos cocktails.

Depois do almoço, se estiver com crianças, vá até ao Parque dos Patins, que conta com pista de patins, skate, ciclovia, insufláveis e um grande relvado. Para terminar este terceiro dia em beleza, desloque-se até ao Parque da Catacumba, que possui um trilho que leva até um miradouro com uma vista esplendorosa.

Percorra a galeria e veja algumas das paisagens do Rio de Janeiro.

  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
  • Um roteiro de 3 dias para iniciantes no Rio de Janeiro
< >

Partilhar Artigo

Top