6 formas entusiasmantes de entretenimento online

6 formas entusiasmantes de entretenimento online

6 formas entusiasmantes de entretenimento online

Artigo de Redação 17-11-2020

17-11-2020


O entretenimento online e móvel arrebatou por completo o mundo, incluindo o dos portugueses. Num par de décadas, o panorama do jogo e da diversão mudou exponencialmente e hoje praticamente ninguém abdica de uma das seis diferentes formas de entretenimento que a nossa especialista, Victoria Oliveira, revela já de seguida. Saiba mais sobre a autora aqui.

Redes sociais

O facto de mais de 2,5 biliões de pessoas utilizar pelo menos uma rede social, diz tudo. Particularmente se considerarmos que, das 4 redes sociais mais populares (Facebook, Twitter, YouTube e Instagram), a mais antiga foi fundada há menos de 20 anos, nomeadamente o Facebook, em 2004.

O fenómeno das redes sociais não só para fins de entretenimento, mas também profissionais, não apresenta sinais de desacelerar. Para ter uma ideia, o Facebook conta para cima de 2000 milhões de utilizadores, seguido do YouTube, com 1500 milhões, do Instagram com 800 milhões e do Twitter com 300.

Novas redes com objetivos e finalidades particulares também vão aparecendo no mercado, não só para socializar, mas também para promover ou comprar artigos e serviços específicos, juntar-se a causas sociais, e muito mais.

Videojogos

Muitos anos antes da internet, e muitos mais dos melhores casinos online em Portugal, os videojogos já faziam as delícias dos jogadores de todo o mundo e de todas as idades. A Nintendo, a Namco e a Sega fizeram nome com alguns dos jogos mais populares de sempre, como é o caso do Tetris, do Pac-Man do Frogger e do Super Mario Bros, os quais passados quase 40 anos ainda continuam a ser muito procurados.

Já os videojogos mais populares concebidos mais recentemente deram azo ao surgimento de competições extremamente lucrativas e a bases de fãs com um volume inacreditável. Equipas de todo o mundo debatem-se virtualmente ou em espaços físicos e os jogos contam com comentadores, à semelhança das principais competições futebolísticas. Jogos como Dota 2, Counter-Strike: Global Offensive, Fortnite e League of Legends estão definitivamente no top dos jogadores de videojogos da atualidade e também dos amantes de “e-sports”.

Jogos de casino

Os sites de casino online foram recebidos de braços abertos por jogadores e frequentadores de casinos convencionais de todo o mundo. E o facto de deixarem de ser necessárias deslocações e noitadas fora de casa para fazer umas apostas num jogo de casino, abriu as portas para um novo mercado que não tem parado de crescer exponencialmente, incluindo em tempos de pandemia.

Aliás, o primeiro trimestre de 2020 viu um aumento no jogo online, em oposição ao declínio observado nas salas físicas, especialmente devido às regras de distanciamento social, confinamento e recolher obrigatório, mas não só.

Hoje os sites oferecem jogos de todos os tipos, clássicos e inovadores, e portais informativos, como o do casino Portugal, também dão uma ajuda na hora de obter informação concreta sobre este mundo divertido.

Transmissão de vídeo e música

Nem mesmo a televisão por cabo supera a popularidade dos serviços de transmissão ou “streaming” online, uma das formas populares de entretenimento da atualidade. Serviços como o do YouTube (na liderança com 46% do tempo de transmissão de música a nível mundial), Spotify, Soundcloud ou My Space transformaram a forma como e onde ouvimos música e cada vez é mais raro colocarmos um CD no leitor, certo?

Da mesma forma, empresas como a Netflix ou a Hulu, transformaram a forma como vemos filmes, séries e programas familiares. Porquê? Porque os seus serviços são convenientes e praticamente ilimitados. Além disso, permitem criar e guardar listas de reprodução para ouvir offline e, no caso das aplicações móveis, transferir para qualquer smartphone ou tablet.

Novo conteúdo é carregado a cada segundo que passa, garantindo que encontramos o que gostamos ou nos apetece a cada momento, o que é entretenimento popular ao mais alto nível.

Cursos

Aprender online continua a ser um dos passatempos preferidos dos cibernautas. Poder aceder a uma quantidade infindável de conteúdos, cursos e workshops online não é meramente uma questão de acessibilidade, mas sim de qualidade. Muitos dos materiais desenvolvidos para estudantes e leitores online têm um formato mais “amigável” e são por norma mais interativos. Alguns chegam até a ser particularmente divertidos e totalmente gratuitos, ou com um custo bastante acessível.

Aqueles que não apreciam cursos com formatos mais formais, têm à disposição uma miríade de informação pública, que pode ser revisitada sempre que necessário. Inclusivamente, informação mais especializada e à qual dificilmente teriam acesso de outra forma.

Partilhar Artigo

Top