Hammamet, a riviera tunisina

Hammamet, a riviera tunisina

Hammamet, a riviera tunisina

Artigo de Redação

Um lugar lindo, rico em história e cultura, com um fantástico mar azul-turquesa e um sol radiante, que brilha bem alto entre as seis horas da manhã e as nove horas da noite.

Famosa por nela encontrar as melhores praias da região, com areias finas e brancas, pela vegetação e agricultura abundantes (incluindo fruta, legumes, cereais e muitas, mas muitas oliveiras) e por possuir uma excelente rede hoteleira e uma vida noturna bem agitada, Hammamet recebeu os primeiros turistas aventureiros no rescaldo da Segunda Guerra Mundial. Na década de 1960, surgiram os primeiros hotéis.

Aproveite e misture-se com os locais, tente perceber um pouco mais da cultura e regateie sempre os preços. Junto às muralhas da Medina encontra cafés tipicamente decorados. Pare um pouco, beba um chá e relaxe, enquanto desfruta da magnífica paisagem, com o mar espraiando-se até perder de vista no imenso horizonte.

Muito comparada com Saint Tropez, Hammamet, um antigo porto de pesca, com os seus dez quilómetros de praias banhadas pelas águas cálidas do Mediterrâneo, foi transformada numa estância de veraneio pelo jet-set internacional, mantendo, no entanto, a sua pitoresca cidadela medieval. No sudeste do norte da península de Cap Bon, na Província de Nabeul, no extremo norte do golfo de Hammamet, para responder à crescente procura turística, nas últimas décadas, a cidade estendeu-se em dois polos, a sul.

No primeiro encontram-se grande parte dos bares, discotecas e algumas unidades hoteleiras. No segundo, o megacomplexo de Yasmine-Hammamet, situado junto à costa, a 15 minutos da cidade antiga (ou Medina). Possui uma série de hotéis, dispostos ao longo de uma calçada, juntamente com cafés, restaurantes, lojas e galerias de arte.

Compras

Vá até à Medina e explore suas ruelas. Em todas as esquinas há uma pequena loja que vende quadros, cerâmicas, artigos de couro e joias, enquanto nas bancadas se encontram dispostos tapetes de todos os tipos.

A maior parte do artesanato é proveniente da vizinha Nabeul, o centro de artesanato da região de Cap Bon. Para peças de design, vá aos novos centros comerciais. Os principais localizam-se na Avenue Habib Bourguiba, no centro de Hammamet, e na vila turística de Yasmine Hammamet.

Cozinha

Na cozinha tunisina confluem influências dos povos berberes, árabes, mouros e turcos. O prato mais emblemático, o famoso cuscuz, elabora-se com sémola preparada ao vapor e serve-se com borrego, frango, vaca e uma mistura de verduras. Além da carne e das verduras guisadas, o litoral do país proporciona uma grande diversidade de peixe e marisco, ambos muito presentes nos pratos tunisinos. Nas entradas, o destaque vai para os briks e para os deliciosos “dedos de fatma”, recheados de ovo, queijo, atum, frango ou gambas. As saladas são sempre temperadas com azeite de qualidade. Não deixe de experimentar os pastéis tunisinos, elaborados com frutos secos, massa folhada, mel ou massa de amêndoa condimentada com água de rosas ou gerânio.

< >

Guia do viajante

Onde ir

Carthage Land
Kasbah
Medina Mediterrane
Pupput - Antikes Hammamet
Yasmine Hammamet Marina
Medina
Cartago
Tozeur
Tunis
Kairouan
El Jem
Sidi Bou Said
Sousse
El Mouradi Beach

Onde comer

Shakespeare
Time Out Restaurant
La Bella Marina Restaurant
Restaurant Farmer's Steakhouse
Chez Achour
Condor
La Maison Arabe
Fatma

Onde ficar

Hotel Marina Palace
SENTIDO Phenicia
Hotel Paradis Palace
Barcelo Hammamet Szálloda
Hotel Méhari Hammamet
Hôtel Chich Khan
El Mouradi Hammamet
TUI SENSIMAR Palace Oceana Hammamet

Clima

De tipo mediterrânico, é ameno e agradável. As temperaturas médias variam consoante as estações e as regiões (médias de 12º C no inverno e 29º C no verão).

Documentos

Deve levar o cartão de cidadão e passaporte válidos. Não é necessário visto.

Outras Informações

Moeda Dinar tunisino Idioma Árabe e francês Fuso horário A mesma hora de Portugal durante os meses de verão; +01h00 durante os restantes meses do ano. Voltagem 230 volts

Partilhar Artigo

Top