Freixo de Numão é uma aldeia de encantar no concelho de Vila Nova de Foz Côa

Freixo de Numão é uma aldeia de encantar no concelho de Vila Nova de Foz Côa

Freixo de Numão é uma aldeia de encantar no concelho de Vila Nova de Foz Côa

Artigo de André Cruz Martins

Conhece Freixo de Numão, aldeia do concelho de Vila Nova de Foz Côa? Caso a resposta seja negativa, pode ter a certeza que se trata de uma dos mais bonitos locais no norte de Portugal. Situada num planalto, encontra-se entre montanhas e tem o rio Douro à sua frente. A paisagem é deslumbrante e as casas de granito remetem-nos para uma viagem ao passado. Venha connosco à descoberta de um local de encantar.

O Museu da Casa Grande e as capelas

Local de indiscutível interesse nesta aldeia é o Museu da Casa Grande, situado num solar do século XVI. O seu acervo inclui coleções de arqueologia, de etnografia regional e de história local. A coleção de arqueologia vai desde o Paleolítico até à Idade Moderna e dá grande destaque ao período Romano. Já a coleção de etnografia tem alfaias, utensílios agrícolas e objetos ligados à panificação e à produção de vinho, azeite e amêndoa. Quanto à história local, recolheram-se materiais e documentação relacionados com a história da antiga sede do concelho.

Leia ainda: Sortelha, a aldeia medieval no concelho do Sabugal que nos faz viajar no tempo

Freixo de Numão destaca-se também pela incrível quantidade de capelas, tendo em conta a sua pequena dimensão. Ao passear pelas suas ruelas, vai passar pela Capela de Nossa Senhora da Conceição, Capela de Santa Bárbara, Santuário da Nossa Senhora da Carvalha, Capela de Santo António e Capela de São Sebastião.

Dois locais com grande valor arqueológico

O Castelo Velho é outra atração a não perder nesta fantástica aldeã. Recinto monumental do Calcolítico, dispõem-se sobre um esporão perto dos vales secundários dos rios Douro e Côa. Aproveitando as condições naturais de defesa, é atualmente considerado um dos mais importantes povoados do Noroeste da Península Ibérica. Possui um miradouro que oferece uma vista magnífica.

Veja também: Janeiro de Cima, uma encantadora aldeia de xisto nas margens do Zêzere

Referência ainda para o pelourinho, que normalmente é sinónimo do poder político, mas neste caso simboliza o poder judicial. É uma estrutura em granito, cujo fuste apresenta a este uma árvore estilizada (freixo) e no lado oeste um castelo decorado com a inscrição “Freixo do Nvman-1793”. Está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1933.

Gastronomia divinal

A gastronomia local destaca-se pela variedade de pratos de carne, nomeadamente cabrito, o javali, perdiz, arroz de cabidela e feijoada à trasmontana. Mas também pelo peixe pescado no rio Douro, que costuma ser frito ou em escabeche. Mesmo ao lado da estação ferroviária de Freixo de Numão fica um excelente restaurante, com o curioso nome de Petiscaria Preguiça. A estrela da companhia é o peixe de rio frito, acompanhado por açorda de peixe. Se estiver na época adequada, também há pratos de caça, nomeadamente javali, perdiz e coelho. Outro prato delicioso é cabrito assado no forno a lenha.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Freixo de Numão.

< >

Partilhar Artigo

Top