Sófia, a capital búlgara que respira história em todos os recantos

Sófia, a capital búlgara que respira história em todos os recantos

Sófia, a capital búlgara que respira história em todos os recantos

Artigo de André Cruz Martins

Sófia, capital da Bulgária, não é propriamente das cidades europeias preferidas da generalidade dos viajantes, mas a verdade é que tem alguns encantos que vale a pena conhecer. Os muitos anos debaixo do comunismo são felizmente uma memória cada vez mais longínqua e assume-se como uma cidade cada vez mais cosmopolita. Mas o que verdadeiramente impressiona em Sófia é o facto de se respirar história em cada esquina. Fique a par das principais atrações numa cidade com muito para descobrir.

Os templos religiosos

Sófia destaca-se pelos templos religiosos com grande beleza arquitetónica. E felizmente, uma das principais características é que todas as religiões convivem num ambiente harmonioso e de grande respeito. A Sveti Georgi(Igreja de São Jorge), construída no tempo do Império Romano, é hoje em dia a igreja em funcionamento mais antiga da Europa. É uma igreja ortodoxa e todos os dias são realizados cantos de liturgia na antiga linguagem dos eslavos ortodoxos.

Leia ainda: Montenegro, a república que tem montanhas gigantes

Banya Bashi é uma das mesquitas mais antigas da Europa. O templo tem capacidade para 700 pessoas, numa cidade com cerca de 10 mil fiéis desta religião. Destaca-se ainda a sinagoga de Sófia, a terceira maior na Europa. Já a Rotunda São Jorge é uma igreja completamente diferente de todas as que viu até hoje. Foi construída com tijolos de barro pelo antigo Império Romano, no século 4.

Outras atrações na capital

No centro de Sófia fica a praça Nezavisimost, onde se encontram três prédios enormes que constituíam sedes do Partido Comunista Búlgaro. Hoje em dia, são usados pelo governo búlgaro, lojas de luxo e um hotel de 5 estrelas. Mesmo ali ao lado encontramos a estátua de Santa Sofia, padroeira da cidade. Foi construída em 2001, substituindo um monumento em memória de Lenine.

Veja também: 7 piscinas naturais em Portugal para desfrutar neste verão

Sofia tem nas mãos os símbolos da fama e da sabedoria, e usa a coroa de Tjuhe, a deusa do destino. A estátua é tida como uma homenagem à tolerância religiosa, pois em seu redor existem templos de várias religiões. Um dos museus incontornáveis de Sófia é o de História Natural, no local onde antigamente funcionavam os banhos públicos da cidade. Para além do seu rico acervo, é de notar a imponência do prédio em que está inserido.

Percorra a galeria e conheça os locais de visita obrigatória em Sófia.

< >

Partilhar Artigo

Top