Em Porto Santo há vida além das praias incríveis

Em Porto Santo há vida além das praias incríveis

Em Porto Santo há vida além das praias incríveis

Artigo de Redação 11-04-2022

11-04-2022


A ilha de Porto Santo, na Madeira, é essencialmente conhecida como um destino de praia. Os extensos areais e as águas quentes, ideais para nadar e para fazer mergulho, são a sua imagem de marca. Apesar da ilha não ser muito grande, há muito mais para fazer do que descansar em praias paradisíacas. Com uma extensão de 42 km² e habitada apenas por cinco mil pessoas, é um destino turístico por excelência. Com sede na cidade de Vila Baleira, Porto Santo está à distância de apenas uma hora e meia de avião de Lisboa e duas horas do Porto. Conheça um pouco melhor esta fantástica ilha.

As magníficas praias

Comecemos pelo mais óbvio: as praias. Quem vem de fora, pode pensar que existe uma única e enorme praia no Porto Santo. No entanto, existem várias praias. Nos meses de verão, a temperatura da água sobe facilmente até aos 25 graus. Uma das mais conhecidas é a praia da Ponta da Calheta, situada no extremo oeste da ilha. A entrada para a água faz-se por entre rochas onde se formam poças e onde o mar é quase transparente.

Leia ainda: 5 factos que fazem de Genebra uma cidade incrível 

O contraste entre o azul do mar e o castanho-amarelado da rocha proporciona uma visão deslumbrante. Daqui é possível avistar O ilhéu da Cal, onde há décadas se extraía cal para ser usada na ilha. A praia tem Bandeira Azul, balneários, cacifos, restaurantes, bares e nadador-salvador.

A praia do Penedo, no extremo sudeste da ilha, também tem grande beleza e a vantagem de ser pouco frequentada. Possui igualmente Bandeira Azul, casa de banho, restaurante e nadador-salvador. A praia do Cabeço é a antítese da praia do Penedo e como se encontra na zona dos hotéis é bastante frequentada. Está a 4 quilómetros do centro da Vila Baleira e pode ser descrita como uma praia familiar. Inclusivamente, existe um parque infantil nas dunas. Se quiser fazer mergulho ou snorkel, a praia do Zimbralinho é a ideal, aproveitando as águas super transparentes.

Vila Baleira, a capital e única cidade

A Vila Baleira é a capital e única cidade do Porto Santo. Aproveite para visitar a Casa-Museu de Cristóvão Colombo e aprecie a arquitetura da Câmara Municipal e do Tribunal. Outras duas atrações que vale a pena visitar são a igreja matriz e as capelas de Nossa Senhora da Graça — construída logo após a descoberta da ilha e restaurada em 1951 — e do Divino Espírito Santo, de São Pedro e da Misericórdia. Passe ainda pelo molhe, que faz lembrar o da ilha do Sal, em Cabo Verde.

Outras maravilhas na ilha

Do Miradouro do Pico do Castelo tem-se uma das melhores vistas da ilha. É possível observar alguns ilhéus que circundam a ilha e uma visão panorâmica de Porto Santo. O ponto mais alto do Pico do Castelo atinge os 430 metros de altura, encontrando-se quase no topo o busto de homenagem a António Schiappa de Azevedo, que no início do século XX ficou famoso pelo contributo que deu para a arborização do monte.

Aqui existem também as ruínas de uma fortaleza do século XVI, que defendia a população dos constantes ataques dos piratas.
É no entanto do Miradouro das Flores que se tem aquela que é possivelmente a vista mais bonita da ilha, sobre as praias e sobre os ilhéus de Ferro, da Cal e de Cima.

A Vereda do Pico Branco e Terra Chã

O Porto Santo é também conhecido pelos trilhos com vistas deslumbrantes. O mais conhecido é a Vereda do Pico Branco e Terra Chã. Este trilho de 2,7 quilómetros dura uma hora e meia a ser percorrido e permite conhecer o local onde foi registado o maior número de exemplares da flora indígena mais bem conservada.

Veja também: Lodz, a cidade mais hipster da Polónia é ideal para quem tem o orçamento limitado

O trilho tem início na estrada regional E.R. 111 (Porto Santo) e finaliza na Terra-Chã, numa altitude entre os 184 metros e os 450 metros. Não existem nascentes no percurso, por isso recomenda-se aos caminhantes que levem água.

A gastronomia

Os dois principais pratos tradicionais do Porto Santo são os mesmos de todo o Arquipélago da Madeira – as espetadas em pau de louro, que sobem “quase até ao teto”, passe o exagero e o peixe-espada com banana. Também não falta o bolo do caco, servido como entrada em todos os restaurantes e que normalmente chega à mesa quente e com manteiga.

Existe muito peixe fresco e mariscos, destacando-se a fragateira, um guisado de vários peixes, numa base de tomate, batatas e cebolas. A poncha é a bebida mais conhecida de Porto Santo, sendo feita com aguardente de cana-de-açúcar, açúcar e sumo de limão. O local mais emblemático para a beber é no bar Rei da Poncha, que apresenta 10 variedades, entre as quais maracujá, limão, morango, tangerina e kiwi.

Percorra a galeria e veja as fotos da ilha de Porto Santo.

Partilhar Artigo